SPONSORS:

Reciclagem concede mais de 900 mil reais de desconto nas contas de luz

- 12 de julho de 2018
João Batista de Siqueira Bueno, 75 anos, morador da Zona Leste da capital paulista, teve sua conta de energia zerada por meio do Recicle Mais, Pague Menos. Os containers do projeto foram estilizados por artistas plásticos e grafiteiros sobre a temática da sustentabilidade.

Mais de 54 mil clientes da Eletropaulo já economizaram 910 mil reais em suas contas de luz ao reciclar 6,7 mil toneladas de resíduos sólidos. Esses são alguns dos resultados obtidos em  seis anos do projeto “Recicle Mais, Pague Menos”, que oferece desconto na conta de energia elétrica aos clientes residenciais que entregam seus materiais recicláveis nos pontos de coleta do projeto.

“Para atuar na prevenção e na redução da geração de resíduos, precisamos incentivar hábitos de consumo mais sustentáveis, oferecendo instrumentos para que a reciclagem e a reutilização dos resíduos sólidos possam ter uma destinação adequada”, ressalta Fabrizio Bopp Panichi, gerente de Sustentabilidade da Eletropaulo.

Ao todo, são dez pontos fixos que recebem papel, plástico, metal, vidro e embalagens TetraPak, e 15 máquinas Retorna Machine, que recolhem garrafas PET e latinhas de alumínio. Os pontos estão distribuídos pelas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo, Diadema, Santo André, Itapevi, Barueri e Carapicuíba. Fabrizio complementa:

“Neste ano, o projeto deve continuar a crescer, por meio de parcerias com os setores público e privado. Além disso, teremos o lançamento de um aplicativo para os clientes identificarem de forma mais fácil a localização dos pontos e seus bônus acumulados”

Parcerias

Em dezembro do ano passado, a Eletropaulo e a prefeitura de Carapicuíba inauguraram um ponto de coleta, com possibilidade de beneficiar cerca de dois mil moradores do entorno, com um potencial de recolhimento de 30 toneladas de resíduos recicláveis por mês. “Temos recebido muitas prefeituras interessadas no projeto e esperamos avançar ainda mais neste tipo de parceria até o final de 2018”, afirma Fabrizio.

Ponto de coleta do Recicle Mais, Pague Menos, parceria com a prefeitura de Carapicuíba (SP).

Para ampliar o alcance e a adesão ao projeto, a Eletropaulo também incentiva a participação de empresas e condomínios residenciais e comerciais. Segundo Bopp, essas parcerias devem se expandir ao longo do ano.

Os condomínios também podem destinar seus resíduos, devendo entregar o volume arrecadado em um dos pontos de coleta do projeto para obter os descontos individualizados para cada morador ou mesmo fazer a doação do bônus para um ou mais funcionários do condomínio. O projeto pode ainda reduzir os gastos de condomínios que produzem um grande volume de resíduos e que geram gastos extras para o descarte, exigindo, por exemplo, a contratação de caminhões de lixo para sua retirada.

“Existe a possibilidade de fazer a doação desse montante para entidades sociais, levando ao ponto de recolhimento o número da instalação da instituição escolhida”, diz.

Benefícios

Ao educar e incentivar os consumidores sobre a importância da reciclagem, o Recicle Mais, Pague Menos cria um ciclo virtuoso para o meio ambiente, já que os materiais que seriam destinados a aterros sanitários e lixões podem retornar à cadeia produtiva, como conta o executivo:

“Além dos descontos concedidos, o projeto tem uma grande relevância socioambiental, ao contribuir para a redução do consumo de energia elétrica e a consequente emissão de dióxido de carbono na atmosfera, que seriam gastos na extração e transformação de uma nova matéria-prima”

O projeto foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como uma prática de referência em Educação Ambiental e Comunicação Social para enfrentar os desafios da implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Reciclagem conectada

Ainda em 2018, os clientes da Eletropaulo devem contar com mais um incentivo para reciclar. A empresa está na fase final do desenvolvimento de um aplicativo exclusivo para o projeto. Com esta ferramenta, os clientes cadastrados poderão acompanhar suas doações, os descontos acumulados e saber previamente os valores que vão receber por cada material.

Como participar

Para participar, basta se cadastrar em qualquer ponto de coleta do projeto levando consigo uma conta de energia elétrica da Eletropaulo. O material entregue é pesado, seu valor é calculado e transferido em 30 a 60 dias como crédito na conta de energia.

Conheça aqui os endereços de todos os pontos de coleta do projeto.

Veja também:

A Descola demorou um pouco para alcançar as metas projetadas há quatro anos, mas hoje não para de crescer

- 15 de novembro de 2018
1562 0 0
Da fundação da Descola, em 2014, permaneceram no negócio os sócios André Tanesi, Gustavo Paiva e Daniel Pasqualucci (da direita para a esquerda).