SPONSORS:

Seleção Draft – A arte da simplicidade

- 10 de julho de 2018
Começar de forma simples pode ajudar o empreendedor a criar bases mais sólidas para o futuro do negócio.
Começar de forma simples pode ajudar o empreendedor a criar bases mais sólidas para o futuro do negócio.

A arte da simplicidade
Chomwa Shikati, cofundador da plataforma de compra e venda de carros E-AfriCar, destaca no Medium (link acima) que a simplicidade geralmente é subestimada em tempos em que empresas que conseguiram se estabelecer e empreendedores de sucesso são super valorizados. No entanto, o autor afirma que começar com passos simples e menores pode ajudar a criar bases mais sólidas em um negócio e prepará-lo para etapas mais complexas. Saber disso é básico, mas relevante. Ele diz:

“O caminho para dominar qualquer coisa começa com um passo simples, no qual se deve colocar o máximo de esforço possível. Depois, basta repetir o mesmo trajeto outra vez”

 

Uso social do blockchain
Na Folha de S.Paulo, Henrique Bussacos, cofundador do Impact Hub São Paulo, Floripa e Manaus, fala sobre como o blockchain (associado a questões financeiras e jurídicas) pode ampliar o impacto socioambiental positivo e lista quatro atributos da tecnologia neste sentido. O primeiro é a transparência, já que permite verificar transações em tempo real, o que garante, por exemplo, a distribuição mais eficiente de ajuda humanitária. O segundo é a imutabilidade, evitando que históricos de transações sejam alterados em caso de controle de votações. O terceiro é a possibilidade de transferir recursos sem intermediários e, por fim, o quarto é o registro com segurança, possibilitando a pessoas de baixa renda provarem sua identidade e acessarem benefícios que têm direito. Leia mais no link acima.

 

Latinos visados
Nacho de Marco, CEO da desenvolvedora de softwares BairesDev, aponta os motivos que têm atraído gigantes de tecnologia para a América Latina. Ele diz que — se antes a região despertava interesse apenas pela força de trabalho — hoje, o foco está no poder aquisitivo dos consumidores e nas iniciativas governamentais para tornar o continente um hub de inovação. No ReadWrite, ele cita São Paulo, que concentra 2 700 empresas de tecnologia e é considerado o ecossistema de startups mais maduro da América Latina. E também menciona, no link acima, projetos como o do Google, que investiu 3 milhões de reais no Instituto Rede Mulher Empreendedora para capacitar 135 mil mulheres nos próximos anos.

 

Finep Startup
Vai até 3 de agosto o prazo de inscrição no segundo edital do programa Finep Startup. A Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa vai investir 60 milhões de reais em até 60 fintechs e startups que atuem em outros segmentos, como agritechs, healthtechs, cidades sustentáveis, educação e energia. Os negócios precisam ter MVP, prova de conceito ou, preferencialmente, já estarem realizando as primeiras vendas. Mais informações no link acima.

Veja também:

Verbete Draft: o que é Thinking Environment

- 31 de outubro de 2018
3885 0 0