SPONSORS:

Seleção Draft – A era das agtechs

- 8 de abril de 2019
Com muita tecnologia e poucos cliques, as agtechs prometem revolucionar o setor agrícola.

A era das agtechs
O Startupi destaca a importância das agtechs para o Brasil, que segundo a ABStartups já conta com mil startups relacionadas ao agronegócio. O texto aponta quem são as empresas que fomentam esse setor por aqui, como a a alemã BASF, responsável por lançar, em 2016, um programa de aceleração, o AgroStart, com foco neste nicho. Também indica uma aceleradora especializada em agtechs, a The Yield Lab, lançada nos Estados Unidos há cinco anos e que acaba de chegar ao mercado latino-americano. Para quem se pergunta que tipo de inovação essas empresas trazem para a agricultura, o texto dá  exemplos de como o setor é um campo fértil para boas ideias. A BovControl, apelidada de “internet das vacas”, permite a gestão de uma fazenda de gado à distância, já a Alluagro funciona como um “tinder” de equipamentos agrícolas, conectando o produtor rural que precisa locar máquinas e implementos ao prestador de serviço que deseja encontrar áreas produtivas para realizar o trabalho. Leia mais no link acima.

 

Como escalar negócios de impacto
Fabio Deboni, gerente executivo do Instituto Sabin, escreve sobre as dores enfrentadas por empreendedores do setor de impacto social que conseguem fazer suas soluções “pararem de pé” e, ainda por cima, crescerem. Na Aupa (link acima), ele lista cinco questões a serem trabalhadas quando o tão sonhado momento de escalar vira realidade, entre elas, a cultura da empresa e os modelos de financiamento. Ainda falando sobre escalar, no Inc., o coach Bruce Eckfeldt compartilha dez formas de padronizar processos de uma empresa para conseguir crescer mais rápido. Afinal, tudo é uma questão de organização, segundo o autor.

 

O pesadelo da venda
Imagine vender sua startup e adquirir mais dívidas do que lucro. Embora isso pareça um pesadelo, é possível sair de um exit com as mãos abanando. Como? Resumindo, com desorganização… O Entrepreneur aponta os quatro motivos mais comuns que fazem com que um empreendedor termine seus dias de fundador na amargura. Eles estão listados resumidamente abaixo e detalhados no link acima:

1) Não saber o verdadeiro valor de mercado de sua empresa;
2) Não ter a contabilidade em ordem;
3) Não fazer perguntas o suficiente na hora de negociação;
4) Largar as rédeas do negócio logo após fechar o acordo da venda.

 

TD Web Conference
Entre os dias 22 e 26 acontece o TD Web Conference, evento online e gratuito que vai falar sobre inovação digital. Serão 70 palestrantes entre nomes nacionais e internacionais, como Juliano Tubino (da TOTVS), Daniel Hoe (da Salesforce) e Stefany Mazon (da IBM). Entre os temas abordados estarão: “O Futuro das Organizações na Era do Big Knowledge”; “Como nascem os unicórnios?”; e “Como gerar crescimento exponencial com apenas os seus clientes e tráfego atuais”. As inscrições podem ser feitas pelo link acima.

996 Total Views 6 Views Today
Veja também: