SPONSORS:

Seleção Draft – A idade ideal

- 17 de abril de 2018
O estereótipo de empreendedor novinho caiu por terra. A idade média de um fundador de sucesso é 42 anos (Imagem: Pixabay/Reprodução).
O estereótipo de empreendedor novinho caiu por terra. A idade média de um fundador de sucesso é 42 anos (Imagem: Pixabay/Reprodução).

A idade ideal
Quantas velinhas é preciso assoprar para fundar uma startup? De acordo com uma pesquisa do National Bureau of Economic Research repercutida pelo Inc, a idade média dos empreendedores com negócios de sucesso é 42 anos. Já quando se trata de empresas em crescimento acelerado, pode chegar aos 45. No entanto, o levantamento concluiu que a pouca idade é uma vantagem quando se trata de apresentar um pitch para VCs. Segundo a pesquisa, os investidores ainda têm em mente o estereótipo de fundador a la Mark Zuckerberg, que aos 19 anos começou a empreender. Leia mais no link acima.

 

A linha tênue do feedback
Quando se trata de dar feedback, existe uma limite tênue entre ajudar e ser condescendente. Para um empreendedor que precisa estar atento em auxiliar seus colaboradores a progredirem, a Fast Company (link acima) indica três frases ou expressões que devem ser evitadas na hora de dar aquele “toque difícil de ouvir”. A primeira é “sempre”, pois dá a ideia de que o funcionário está há tempos cometendo o mesmo erro sem ser avisado. Já a segunda é “todo mundo notou que…”, o que faz com que a pessoa se sinta exposta. Por fim, a terceira é “se eu fosse você…”, que indica mais uma opinião pessoal do que uma solução.

 

China x EUA
A China está encostou nos Estados Unidos na criação de unicórnios, em 2017. É o que mostra o Relatório Global de Ecossistema de Startup 2018. De acordo com os dados destacados pelo G1, no ano passado, foram aportados 140 bilhões de dólares em startups e 42% deste total foi para negócios na Ásia e do Pacífico, desbancando, pela primeira vez, a liderança americana nesse quesito. O texto (link acima) ainda aponta que os nichos explorados pelas startups que mais chamaram a atenção têm relação com robótica, bllockchain, AI e tecnologias para a agricultura, áreas em que os chineses foram os mais atuantes (com exceção da área agrícola).

 

Liga Autotech
Estão abertas as inscrições para o 3º ciclo de aceleração do Liga AutoTech, uma parceria da Liga Ventures com a Mercedes-Benz e o Webmotors. Serão selecionadas até oito startups startups com soluções de gestão e serviços para frotas, logística, big data e analytics, rastreamento, entre outros. O programa tem duração de quatro meses, durante os quais os empreendedores receberão mentoria com executivos do setor e com a rede de mentores da Liga Ventures e poderão ampliar o networking com potenciais parceiros e investidores. Os interessados podem se candidatar até o dia 29 pelo link acima.

4342 Total Views 1 Views Today
Veja também:

“A maior riqueza de uma comunidade residirá na capacidade individual de criar e na coletiva de realizar”

- 30 de agosto de 2019
Bruno viajou para a China, Israel, Alemanha e Estados Unidos e conta sobre sua experiência em alguns polos de inovação desses países.