Seleção Draft - A terapeuta das startups | Seleção Draft | Projeto Draft


SPONSORS:

Seleção Draft – A terapeuta das startups

- 16 de novembro de 2017
Certa ansiedade pode ser bom para movimentar os negócios, mas tem limites (Imagem: Pascal-Flickr/Reprodução).
Certa ansiedade pode ser bom para movimentar os negócios, mas tem limites (Imagem: Pascal-Flickr/Reprodução).

A terapeuta das startups
A ansiedade é algo comum na rotina de uma startup. Segundo a terapeuta especialista em fundadores e coach da aceleradora Y Combinator, Amy Buechler, essa sensação é resultado dos pensamentos constantes sobre o futuro da empresa e até pode ser benéfica, pois mantém o pique do negócio. Mas quando essa preocupação passa a gerar estresse e depressão, Amy diz que é preciso pisar no freio e recomenda aos empreendedores se reconectarem com seus propósitos iniciais e hábitos saudáveis (como comer e dormir bem), além de procurarem ajuda médica. Na Fast Company, no link acima.

 

O lado bom da raiva
Sentir raiva de vez em quando é completamente normal. No mundo dos negócios isso não é diferente, mas pode resultar em algo útil. Na Forbes (link acima), Chris Myers, CEO da BodeTree (plataforma de soluções financeiras), conta como aprendeu a transformar esse sentimento em uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional. Primeiro, ele indica que se aprenda a distinguir a raiva do medo de errar ou tomar decisões. Um segundo passo é transformar esse incômodo em soluções criativas. Por fim, diz que, em certo ponto, essa exaltação pode (até) servir para aproximar as pessoas de sua causa. Mas pegue leve.

 

Chatbots valem a pena?
Os chatbots são realidade e não mais somente uma tendência: segundo uma pesquisa da Business Insider, 80% das empresas já usam essa tecnologia para se relacionarem online com seus consumidores. No entanto, é preciso planejamento antes de adquirir a ferramenta, como destaca Christi Olson, chefe de pesquisas da Microsoft, no Venture Beat. No texto (link acima), ela diz que é muito importante identificar que tipo de chatbot funciona melhor para o negócio (um que imite a fala humana, recomende produtos ou apenas ofereça uma conversa guiada, por exemplo), quais os objetivos de sua implantação e como criar métricas para saber se o recurso está obtendo resultados.

 

Vale do Dendê
Será lançada no próximo dia 23, em Salvador, a aceleradora Vale do Dendê. A iniciativa dos sócios Paulo Rogério Nunes, Ítala Herta, Hélio Santos e Rosenildo Ferreira vai investir 200 mil reais no fortalecimento de startups locais e seu primeiro programa terá como foco negócios que atuam nos segmentos de moda, gastronomia e artes (música, literatura e audiovisual). No total, 30 empreendedores serão selecionados a cada ciclo. Mais informações no link acima.

Veja também: