SPONSORS:

Seleção Draft – A velha e péssima burocracia

- 30 de maio de 2018
A burocracia torna o Brasil um terreno arenoso para novos negócios prosperarem.
A burocracia torna o Brasil um terreno arenoso para novos negócios prosperarem.

A velha e péssima burocracia
Camilla Junqueira, diretora-geral da da Endeavor, fala, em entrevista ao Estadão, que os principais entraves políticos e econômicos para o empreendedor brasileiro se resumem à burocracia. “A complexidade tributária é um dos grandes problemas. A regra não pode ficar mudando o tempo inteiro”, diz ela sobre a legislação do ICMS atualizada 558 vezes nos últimos quatro anos em todos os Estados. Outro empecilho apontado por ela é o acesso ao crédito, embora considere que, nesta última questão, o país está evoluindo. E aconselha (no link acima):

“Se a gente tirar as amarras (burocráticas), veremos mais empreendedores de alto crescimento e mais geração de empregos e riqueza”

 

Mantenha a influência
Stacey Hanke, autora do livro Influence Redefined, lista na Forbes as habilidades de comunicação que um CEO precisa ter para exercer uma influência de sucesso e duradoura. Em primeiro lugar, ela destaca a brevidade, com a preocupação de tornar a mensagem que deseja passar a mais simples possível. Em seguida, menciona o incentivo à colaboração, engajando o time em cada tarefa. Já como terceira característica,  fala da acessibilidade, mostrando aos funcionários que podem tirar dúvidas e dar feedbacks. Depois, aponta a transparência na hora de compartilhar resultados. E por fim, o poder de transformação que um CEO deve assumir, permitindo-se aprender continuamente. Leia mais no link acima.

 

Time bom discorda
No Your Story (link acima), Pramod Jajoo, sócio da empresa de capital de risco Kalaari Capital, diz que o valor fundamental das equipes de alta performance é saber “concordar em discordar”. O autor conta que para isso, é preciso criar uma cultura em que as ideias fluam livremente e sejam discutidas com base no seu mérito, independentemente de quem as sugeriu, seja o CEO ou um funcionário. Ele alerta, no entanto, que quando um projeto é escolhido em detrimento de outro, chega a hora de acatar a decisão e trabalhar para que as coisas evoluam da melhor forma possível em vez de ressentir-se sobre a decisão.

 

Red Bull Basement
O Red Bull Basement está em busca de hackers, coders, makers e criativos que queiram causar impacto positivo na sociedade. Os cinco selecionados vão passar cerca de dois meses em uma residência hacker para que suas ideias saiam do papel dentro de um espaço adequado e com a orientação de especialistas. O programa acontece no Red Bull Station, no centro de São Paulo. As inscrições (link acima) são gratuitas e vão até dia 3 de junho.

Veja também:

O Convenia nasceu de uma ideia simples e poderosa: funcionários são muito mais do que números

- 12 de junho de 2018
5592 8 0
Marcelo, Anderson e Rodrigo contam como criaram um software de gestão que permite ao departamento pessoal controlar desde o pagamentos até o feedback dado aos colaboradores.