SPONSORS:

Seleção Draft – AI desenhada, por favor!

- 20 de março de 2019
Sim, a AI já é capaz de fazer inclusive os doodles (Imagem: Reprodução/Google).

AI desenhada, por favor!
No dia em que o Google anuncia o lançamento de seu primeiro doodle desenvolvido por uma AI (um jogo em homenagem ao compositor Bach que permitirá ao usuário criar sua própria música ao estilo do pianista), vale a pena a leitura do artigo do Singularity Hub. O texto do link acima compartilha a visão de especialistas no painel “Ética e Inteligência Artificial: como planejar o imprevisível” durante o South by Southwest. No festival, que ocorreu na semana passada, eles falaram que é preciso desenvolver sistemas cada vez mais transparentes, explicáveis ​​e responsáveis. Em uma era em que a AI é capaz de escrever textos que soam realistas, diagnosticar doenças e até criar falsos rostos humanos, os homens precisam ter noção de como as máquinas respondem ao estímulos e aos dados fornecidos. Afinal, por mais que os homens sejam cheios de tomadas de decisões emocionas e errem, ainda assim são — quase sempre — capazes de justificar suas escolhas, já as máquinas não seguem os mesmos princípios. Em tempo, o doodle de Bach entra no ar à meia-noite.

 

Mapa de negócios de impacto
A Pipe.Social lançou ontem o 2º Mapa de Negócios de Impacto Social + Ambiental. De acordo com o levantamento, 46% dos negócios têm relação com a área de tecnologias verdes, 43% com cidadania, 36% com educação, 26% com saúde, 23% com serviços financeiros e 23%, também, com cidades. Ainda segundo a pesquisa, 45% monetizam por venda direta única e 62% atuam na região sudeste. Sobre faturamento, 43% ainda não têm nada no caixa e apenas 4% faturaram mais de 2 milhões de reais por ano. Veja mais detalhes no link acima.

 

O novo modelo do Instagram
O Instagram acaba de lançar sua própria plataforma de vendas, ainda em fase de testes. De acordo com o Recode (link acima), em algumas semanas, os usuários poderão adquirir produtos vistos na rede social sem a necessidade de serem redirecionados para as lojas. A novidade ainda é restrita para os consumidores norte-americanos e funcionará apenas para 20 grandes marcas do setor de vestuário, entre elas Nike, Zara e Burberry. O Instagram ainda não informou sobre os planos de oferecer o modelo em outros países, mas certamente o negócio é uma tendência, já que Ashley Yuki, executiva de produtos da rede social, afirma que 130 milhões de pessoas passam mensalmente pelas ferramentas de exibição de produtos à venda pelo app, mas nem tudo se converte em vendas pela dificuldade de ter que deixar a rede e seguir para outra página para continuar a compra.

 

Artemisia Lab
Vão até 15 de abril as inscrições para o Artemisia Lab: Promoção da Saúde e Prevenção. O programa gratuito de aceleração de curto prazo é focado em quem pretende gerar impacto positivo à população mais vulnerável empreendendo com foco em doenças crônicas não transmissíveis, como problemas cardiovasculares, respiratórios, diabetes, câncer, combate ao sedentarismo etc. A iniciativa é organizada pela Artemisia em parceria com a Associação Samaritano. Os selecionados podem receber até 20 mil reais de capital semente. Mais informações no link acima.

1750 Total Views 1 Views Today
Veja também: