SPONSORS:

Seleção Draft – Antes de bater o martelo

- 22 de maio de 2019
Dou-lhe uma, dou-lhe duas... Pense bem antes de decidir vender sua startup!

Antes de bater o martelo
Vender a startup após anos de suor e dedicação é um grande passo para qualquer empreendedor. No Inc., membros do Young Entrepreneur Council listam oito fatores envolvidos nessa decisão, entre eles: o timing, tanto no aspecto pessoal quanto no profissional; o preparo emocional (você está pronto para desapegar de algo para o qual se doou por tanto tempo?); o entendimento dos motivos de estar vendendo sua empresa (dinheiro, busca de outros propósitos, descanso etc). Leia mais no link acima.

 

No mundo das startups
Já para quem está alguns quilômetros atrás e, em vez de vender, está pensando em fundar uma startup, ou mesmo trabalhar em uma, Fernando D’Angelo, diretor da AspBrasil e consultor de TI para startups pela Techrok Ventures, cita seis elementos fundamentais que um empreendedor deve manter em mente, segundo uma pesquisa da HSM University. São eles (resumidos abaixo e detalhados no link acima no CanaTech):

1) Ter estratégia na era exponencial;
2) Saber negociar em ambientes de rápida mudança;
3) Criar facilmente planos de negócios;
4) Conseguir desenvolver o trabalho em equipe;
5) Estar sempre antenado com as principais mudanças (inovação!!);
6) Ser resiliente (o que o autor chama de “antifrágil”). 

 

Outros canais
Na Fast Company, o ex-COO do e-Bay Maynard Webb conta quando vale a pena ou não para o empreendedor vender o produto de sua empresa no canal de terceiros. No texto (link acima), ele fala especificamente de softwares, mas a tese é válida para qualquer produto ou serviço. Webb afirma que o fundador deve pensar se está preparado para isso (se tem fôlego, dinheiro e capacidade de produzir em escala), já que esses vendedores não estarão ofertando apenas o seu negócio. É preciso garantir que sua proposta de valor seja facilmente compreendida e atraente em meio aos concorrentes que estarão ao seu lado. Ele ainda diz:

“A execução de uma estratégia de canal é mais do que colocar seu produto na lista de preços de outra pessoa. Isso significa desistir do controle dos ciclos de vendas, do cliente final e da margem de lucro”

 

Superlógica Xperience
Campinas (SP) recebe, entre 6 e 7 de junho, a 3ª edição do Superlógica Xperience. O evento sobre economia da recorrência é realizado pelo Grupo Superlógica e será dividido em cinco trilhas: Gestão e Saas; SaaS; Imobiliárias; Condomínios; e Deep Dive. O encontro terá mais de 35 horas de conteúdo, 50 expositores e 70 palestrantes nacionais e internacionais, entre eles: Dan Tyre, sales director da Hubspot; Ricardo Dutra, CEO do PagSeguro; e Sandra Miller, diretora de inovação da SingularityU. Até dia 26, Os ingressos custam 799 reais e leitores do Projeto Draft têm acesso a uma promoção especial, com desconto de 30% neste link.

943 Total Views 2 Views Today
Veja também:

Verbete Draft: o que é Neurodiversidade

- 18 de setembro de 2019