SPONSORS:

Seleção Draft – Apps em alta

- 6 de março de 2018
Apenas um clique: os brasileiros preferem usar apps para fazer compras no smartphone (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Apenas um clique: os brasileiros preferem usar apps para fazer compras no smartphone (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Apps em alta
Os brasileiros preferem fazer compras por apps quando usam smartphones. É o que destaca a pesquisa da Worldpay, divulgada ontem, que evidencia as oportunidades de negócios nesta área. Segundo dados reproduzidos pelo Startupi, 78% dos consumidores do país optam por adquirir bens desta maneira, enquanto a média mundial é de 71%. O levantamento, que ouviu 16 mil pessoas (1.510 delas do Brasil) nos últimos três meses, indica como principais razões desta escolha a velocidade e a simplicidade.  Já a preocupação com segurança é um dos maiores motivos de abandono de compras antes do pagamento. Leia mais no link acima.

 

Mais inovação
Elizabeth Reynolds, diretora executiva do MIT, afirma que, com inovação, o Brasil pode mudar em cinco ou dez anos. A fala foi proferida no Fórum Estadão Brasil Competitivo. Ela diz que o país tem progredido neste sentido, mas os ganhos ainda têm se mostrado limitados pela pouca integração do país à economia mundial, programas de inovação muito amplos e altos custos e riscos envolvidos nesta estratégia. Entre as recomendações feitas por ela para avançarmos neste cenário, o Estadão (link acima) destaca a necessidade de assegurar que a política industrial apoie este movimento e reforçar o papel das universidades como fomentadoras de inovação.

 

CEO freelancer
É cada dia mais comum a contratação de profissionais freelancer de diferentes áreas por meio de marketplaces que conectam empresas ou clientes a especialistas. No link acima do TechCrunch, o articulista Danny Crichton aposta que não vai demorar para que até mesmo CEOs sejam recrutados assim. No entanto, reforça que as plataformas que realizam este “match” ainda precisam evoluir seu modelo de precificação e qualidade. Do modo como funcionam hoje — o Uber é citado como exemplo — o cliente aposta mais na reputação da marca do que no desempenho do profissional, o que no caso dos CEOs é algo imprescindível.

 

XX Coders da Mastertech
Foi lançado nesta semana o primeiro vídeo de uma série de quatro que fazem parte da campanha XX Coders da Mastertech. O foco da iniciativa da escola fundada por Camila Achutti e Felipe Barreiros é buscar representatividade, mostrando números, denúncias e cenários que afastam as mulheres do mundo da tecnologia. As gravações serão divulgadas todas as segundas-feiras durante o mês de março. A primeira já pode ser vista pelo link acima.

Veja também:

Piraporiando – ou como Janine Rodrigues transforma livros sobre racismo e bullying em projetos educativos

- 17 de outubro de 2018