Seleção Draft - Colaboração para inovar | Seleção Draft | Projeto Draft


SPONSORS:

Seleção Draft – Colaboração para inovar

- 23 de abril de 2018
Startups e corporações: " duas criaturas diferentes", mas que podem se ajudar (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Startups e corporações: " duas criaturas diferentes", mas que podem se ajudar (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Colaboração para inovar
Gabby Cxertok, diretor-geral da plataforma de inovação corporativa israelense The Builders, conta, em um texto traduzido pela Época Negócios, que é comum startups e corporações se frustrarem ao firmarem parcerias. Ele afirma:

“Existe uma dificuldade real em criar um relacionamento entre duas criaturas tão diferentes”

Mas aponta modelos de colaboração que estão surgindo para resolver esta questão, como aceleradoras, Corporate Venture, Labs, incubadoras, coworkings, “olheiros” e programas de comercialização. E destaca que as duas partes precisam ainda alinhar a linguagem e como lidam com o tempo para se entenderem melhor. Leia mais no link acima.

 

Delegue em paz
No Entrepreneur (link acima), Tracy Maylett, CEO da consultoria DecisionWise, diz que a missão de delegar costuma gerar muitas dúvidas entre líderes, que acabam inventando desculpas para não repassar tarefas e manter o poder concentrado. Entre elas: acreditar que o time já está sobrecarregado demais, que não tem as habilidades necessárias ou que, como líder, irá perder o controle do trabalho. Nenhuma delas, diz, justifica esta atitude, já que repassar responsabilidades ajuda a empresa e a equipe a crescer, é um sinal de confiança e pode tornar as atividades do dia a dia mais simples.

 

A ressurreição do Start-Up Brasil
Ruben Delgado, presidente da Softex, responsável pela execução do Start-Up Brasil, fala sobre os motivos que levaram à interrupção, em 2015, do Programa Nacional de Aceleração de Startups e o que está sendo feito, desde 2017, para que a proposta ressurja com mais força. No link acima, da PEGN, ele afirma que este hiato nas atividades foi influenciado pela mudança de governo, após o impeachment de Dilma Rousseff, e cortes no orçamento. Também diz que o foco do projeto agora será a internacionalização de startups, a aproximação com investidores privados e a criação de parcerias com grandes empresas.

 

Tech Health
Vão até dia 4 de maio as inscrições para o Tech Health, programa de aceleração desenvolvido pela ACE, em parceria com o Grupo Interplayers, com foco em startups que utilizam tecnologia para resolver desafios na área de saúde e bem-estar. Os negócios precisam trazer soluções para a jornada do paciente, a distribuição de produtos e o diagnóstico. Os selecionados terão acesso a mentoria, rede de contatos, mercado e investimento. Mais informações no link acima.

Veja também: