SPONSORS:

Seleção Draft – Como lidar com pitacos

- 21 de dezembro de 2017
Saiba o que vale a pena e o que dispensar em meio a tantos palpites sobre seu negócio (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Saiba o que vale a pena e o que dispensar em meio a tantos palpites sobre seu negócio (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Como lidar com pitacos
Assim como em outras áreas da vida, quando se tem uma startup, não falta gente disposta a dar opinião sobre o negócio. Com a proximidade das festas de fim de ano e reuniões familiares, esses palpites (cheios de boa intenção, mas muitas vezes isentos de noção) tendem a aumentar. Na Fast Company, Max Friedman, CEO da plataforma de crowdfunding Givebutter, sugere como lidar com essa situação. Em relação aos parentes, indica assimilar apenas o apoio emocional. Já sobre os clientes, diz que é essencial pedir feedback sempre e o quanto antes, mas faz uma ressalva: saiba isolar opiniões extremistas, tanto as positivas como as negativas demais. Leia mais no link acima.

 

Comece pelo básico
No Your Story, Dev Vig, CEO da CereBrahm (empresa de apps para pais), diz que é comum qualquer empreendedor ficar ansioso ao descobrir uma lacuna no mercado. Mas, antes de sair criando um produto, ele reforça (no link acima) o quanto é importante lembrar preceitos básicos: primeiro, analisar a viabilidade da proposta em um grupo fechado e, em seguida, descobrir se há uma demanda genuína, conversando com o público-alvo. E não adianta só agradar, pois o cliente deve estar disposto a gastar com a ideia, diz o autor. Feito isso, ele indica calcular os custos e encontrar um mentor para iniciar — aí sim — a execução.

 

Pagando em Bitcoin
Quase todo se dia se ouve falar da Bitcoin (principalmente em relação à especulação de seu valor), mas pouco se fala de sua aplicabilidade. Para ajudar nisso, já existe até uma plataforma que mapeia os lugares em que a criptomoeda é aceita como pagamento. Segundo a Época Negócios, na Coinmap.org já há mais de 180 estabelecimentos brasileiros cadastrados. Apesar de mostrar o aumento da aderência da Bitcoin, o texto também alerta os comerciantes sobre o risco de perdas nas transações, já que a Receita Federal cobra um imposto sobre a variação do valor de venda do produto e do dinheiro convertido. Leia mais no link acima.

 

Como captar investimento
A agenda de janeiro já está aberta. A palestra “Como captar fundos para minha startup” acontece dia 17, em Porto Alegre. No encontro, a advogada e empreendedora Paula do Nascimento Silva vai falar sobre o papel do investidor-anjo e como fica sua relação com empreendedor após as mudanças na Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que passa a vigorar mês que vem. As inscrições custam de 30 a 50 reais e podem ser feitas no link acima.

Veja também: