SPONSORS:

Seleção Draft – Depressão em startups

- 12 de junho de 2018
Não se afunde: reduza as expectativas sobre sua startup e busque um ombro amigo.
Não se afunde: reduza as expectativas sobre sua startup e busque um ombro amigo.

Depressão em startups
“Colocar seu coração, alma e mais um pouco em uma empresa que estatisticamente falhará pode destruir você emocionalmente.” É o que diz Stephen Moore, CEO da fabricante de móveis Roots Furniture, que brinca que após ler seu texto é capaz que um empreendedor se sinta ainda mais deprimido. No Medium, ele afirma que os fundadores carregam peso demais nas costas (apesar de poucos demonstrarem o lado amargo desse ecossistema) e dá dicas para que não sucumbam a sentimentos negativos: reduzir as expectativas, começar devagar, pensar mais em sobreviver do que em criar novas metas e buscar apoio. Leia mais no link acima.

 

Assine aqui, por favor
Lisa Promise, fundadora da consultoria de estratégia e marketing para startups Promise Consulting Group, compartilha, no Entrepreneur (link acima), seis erros que empreendedores devem evitar na hora de fechar contratos com clientes. Entre eles:

1) Não firmar o acordo por escrito;
2) Não estabelecer uma base de faturamento coerente (por hora, semana, mês etc)
3) Não ter uma cláusula para o caso do pagamento não ser efetuado;
4) Não seguir um modelo padrão de contrato.

 

Um conto de advertência
É assim que o jornalista John Carreyrou chama o caso da Theranos em entrevista à Vox, na qual fala sobre seu livro Bad Blood: Secrets and Lies in a Silicon Valley Startup. Na publicação, ele aborda os principais erros envolvendo a empresa que prometia revolucionar os exames de sangue e chegou a valer 9 bilhões de dólares antes de ser desmascarada por fraude. John destaca, no link acima, que o ocorrido é um lembrete para as startups do Vale:

“Só porque você é uma empresa privada não significa que não tenha que obedecer às mesmas regras que outros negócios e cidadãos”

Ele ainda diz que considera loucura o fato da fundadora Elisabeth Holmes estar levantando dinheiro para abrir outra startup, mas que, por outro lado, o comportamento parece normal para alguém que não consegue assumir seus próprios erros.

 

Creator Awards
Vão até sexta-feira (15) as inscrições para interessados de São Paulo em participar do Creator Awards. A competição global promovida pelo WeWork é aberta a empreendedores, artistas, startups e ONGs e oferecerá prêmios a iniciativas de alto impacto de diferentes áreas e em diferentes estágios de crescimento. Os empreendedores selecionados ganharão de 130 mil a 360 mil dólares para viabilizar seus projetos. Mais informações no link acima.

Veja também:

Ele usou os ensinamentos do karatê para criar a GoGood, que incentiva colaboradores a serem mais saudáveis

- 22 de outubro de 2018
2709 0 0

Entre apoiadores e descrentes em um produto – orgonite, conhece? – é possível encontrar o sucesso

- 9 de outubro de 2018
4052 1 0

Os melhores depoimentos já publicados em Lifehackers, aqui no Draft, agora reunidos em livro!

- 1 de outubro de 2018

Mesmo com os desafios do setor de saúde, as healthtechs começam a ganhar espaço no mercado

- 9 de agosto de 2018