SPONSORS:

Seleção Draft – Era uma vez…

- 2 de outubro de 2017
Sem blá blá blá: use o storytelling para contar melhor a proposta de sua startup (Imagem: Pexels/Reprodução).

Era uma vez…
É preciso admitir que contar ou escrever sobre a história da própria startup é um pouco complicado. A mensagem pode soar excessivamente vaidosa e cheia de “blá blá blá”. Para ajudar o empreendedor a evitar esse erro, a especialista em storytelling Magali de Reu dá algumas dicas de como prender a atenção do público na hora de planejar e apresentar o “era uma vez” de seu negócio. No The Next Web (link acima), ela recomenda:

1) Não inicie a história falando como surgiu a empresa, mas a partir das vitórias e fracassos;
2) Ninguém quer ouvir como você é bom: mostre suas soluções;
3) Use menos jargões e mais emoção;
4) Encontre a melhor maneira de divulgação (escrita, falada ou até com gráficos).

 

Um novo modelo de aceleradora
Os programas de aceleração estão mudando. É o que conta Miklos Grof, head of product da Gust (plataforma que conecta startups e investidores), no Entrepreneur. Com base no Global Accelerator Report 2016, ele afirma que a maioria das aceleradoras está buscando novos modelos para gerar renda, além do cash for equity. Isso porque, segundo o estudo (no link acima), a morte precoce de grande parte das startups é um fato e, mesmo quando elas sobrevivem, o lucro pode demorar até quatro anos para aparecer. Entre as novas estratégias adotadas pelas aceleradoras para gerar receita o autor cita: cobrar por mentoria, realizar eventos, sublocar os escritórios e fechar parcerias com grandes empresas.

 

Foco no Brasil
O site da revista PEGN destaca que o Google Campus de São Paulo se tornou o maior espaço de incentivo ao empreendedorismo do Google no mundo. Neste mês, a comunidade atingiu a marca de 89 mil associados. Na reportagem (link acima), André Barrence, diretor do projeto, reforça uma ideia já comentada há um tempo: a força do ecossistema de startups do país. Outro indicador disso é o lançamento do iDEXO, um coworking da Totvs, também descrito no portal. O espaço, na zona norte da capital paulista, vai abrigar 40 startups e deve começar a ser ocupado no próximo mês.

 

DT Conference
No próximo dia 9, acontece, em São Paulo, a DT Conference. O evento da Echos Innovation Lab quer discutir o poder do design thinking na construção do futuro e aumentar sua aplicação no país. Pela manhã, estão programadas palestras com especialistas da área, como Mariana Gutheil e Clarissa Biolchini. Já a parte da tarde é mais prática, com workshops. Por fim, haverá um happy hour com histórias de organizações que utilizam o design em seu dia a dia. Os ingressos custam 300 reais. O Projeto Draft é Media Partner da conferência e os leitores têm 20% de desconto usando o código DRAFT_20 no momento da inscrição, feita pelo link acima.

Veja também:

Como grandes empresas podem se aproximar de startups? A Liga Ventures é especializada nisso

- 24 de maio de 2018
3670 4 0

A Kyvo nasceu como consultoria de inovação, virou e mexeu até se tornar aceleradora e chegar à Europa

- 3 de maio de 2018
Israel Lessak, Hilton Menezes e Vitor Perez são os "kyvers", como se autodenominam (foto: Rodrigo Paiva).

Dez anos do Criatec: o que mudou desde o lançamento do primeiro fundo de investimento em startups do país

- 9 de janeiro de 2018
Gustavo Junqueira, diretor da Inseed Investimentos, que gere os recursos do Criatec 1 e 3, acredita que o Brasil vive apenas o começo de uma revolução empreendedora (foto: Pedro Queiroz).