SPONSORS:

Seleção Draft – Execução

- 21 de abril de 2015
Mark Zuckerberg e o lema de execução do Facebook (Foto: Mashable/ Reprodução).

Como criar uma cultura de execução
Há diversos lemas no mundo da tecnologia que lembram a importância da execução — um exemplo é o famoso “get sh*t done”. Afinal, ideias e planos não valem nada sem ação. Em um texto ao The Next Web, Max Bennet, da startup Bluecore, escreve como chegou a uma cultura empresarial que chama de “See Something, Do Something” (o nome é uma referência a uma campanha de segurança nos EUA). A ideia é fazer com que todos os funcionários da empresa entrem em ação quando reconhecerem quaisquer necessidades. O texto traz bons insights sobre como implantar essa mentalidade, que encontra sua base em sete princípios:

1) Multi-funcionalidade não só deve ser encorajada, deve ser exigida
2) Egos precisam ser subjugados
3) O time precisa se sentir seguro, mas com responsabilidade
4) Tenha reuniões que incluam toda a equipe
5) Valorize ações individuais
6) Quando algo der errado, preocupe-se mais em corrigir do que encontrar culpados
7) As pessoas devem se alinhar rapidamente

 

Empreendedores do bem
Há um novo blog sobre empreendedorismo na praça. O “Empreendendo Bem”, focado apenas em negócios de impacto social, quer contar a história de quem está trabalhando para construir um mundo melhor. O blog será tocado por 14 empreendedores ligados a causas sociais, alguns que inclusive já receberam prêmios do Social Good Brasil e do Sebrae. Para comemorar a inauguração da página, na próxima quinta-feira, 23, eles farão um hangout (link aqui) sobre negócios sociais às 19h.

Veja também:

“Empreender em negócios de impacto é bem mais difícil do que eu imaginava”

- 8 de março de 2019