SPONSORS:

Seleção Draft – Ganhe seu espaço

- 10 de outubro de 2018
Mesmo em um mercado saturado, uma empresa pode conquistar sua fatia.

Ganhe seu espaço
Drew McLellan, líder da assessoria de agências de propaganda Agency Management Institute, dá quatro dicas de como uma empresa pode se destacar em um mercado já saturado. Ele cita o Uber Eats como exemplo de um negócio que começou a operar em uma área repleta de concorrentes em todo o mundo e, mesmo assim, conseguiu avançar em 120 países. Sua primeira recomendação, no Startups.co (link acima), é que o empreendedor entenda quem é seu cliente, suas necessidades e problemas. Em segundo lugar, sugere que se acompanhe os termos usados no seu nicho para se comunicar de maneira eficiente com o público. Drew também alerta que é necessário falar regularmente com o consumidor, mantendo o foco da conversa na “resolução de suas dores”. E, por fim, mostrar interesse, também, pelas paixões de sua audiência (que não necessariamente terão a ver com seu produto).

 

Se um cofundador cai doente
Mathilde Collin, CEO da empresa de e-mails compartilhados Front, conta, na Fast Company, o que aprendeu sobre resiliência quando seu cofundador adoeceu e ela precisou tomar conta da empresa sozinha. Ela fala que, nesse meio tempo, percebeu que também precisava cuidar de sua própria saúde, pois estava exaurida, acumulando os cargos de CEO, gerente de vendas, produtos e operações. A autora diz, ainda, que a doença do amigo a fez perceber como a vida é muito mais do que trabalho e que é preciso dar o máximo de apoio possível ao time. Mathilde afirma também que, se não fosse pelo suporte de sua equipe, teria naufragado nesse período desafiador. Leia mais no link acima.

 

Reinventar-se sempre
Em entrevista ao Recode, o ex-CEO da Cisco, John Chambers, que colaborou com a companhia por 26 anos, afirma que empresas de tecnologia precisam se reinventar a cada três ou quatro anos. “Fazer a mesma coisa, mesmo que seja a ‘coisa certa’, por muito tempo, é perigoso”, conta. Ele diz (no link acima) que, se antes este ciclo era de dez anos, hoje diminuiu para menos da metade devido ao número de concorrentes que podem estar olhando para o negócio sob um outro ângulo. John afirma que o Vale do Silício também precisa mudar e que não detém mais o monopólio das startups, citando hubs de inovação da França e da Índia.

 

O Poder da Colaboração
Na próxima quarta-feira (17), O Poder da Colaboração chega a sua 16ª edição, em São Paulo. O evento, concebido por Izabella Ceccato, acontece no Google Campus e contará, como sempre, com a participação de representantes de seis iniciativas inspiradoras: Sidney Vilhena (da UNYC), Marco Iarussi e Tati Vadiletti (do Gerando Bondade), José Bueno (do Dojo Harmonia), Eurico Palazzo (da Ficção na Realidade), Ana Luiza Castro (da Women With Wings) e Alexandre Barroso (da Jornada Asas do Bem). O encontro é gratuito e transmitido ao vivo no YouTube, mas para entrar no auditório os interessados devem fazer uma pré-inscrição, no link acima.

Veja também: