SPONSORS:

Seleção Draft – Hackers

- 11 de agosto de 2015
Hackers, muito mais do que entendidos de computação, são pessoas subversivas. Ou eram... (Imagem: Charis Tsevis/ CC).

A ética hacker está se perdendo?
Hackers, em tese, não são necessariamente indivíduos com conhecimento avançado de computação. São pessoas subversivas, que entram nas raízes do sistema, dominam sua lógica e a alteram. Lógico, isso cabe muito bem no contexto digital e aí surgem os hackers que fazem isso com a informática. No entanto, o ideal hacker de enfrentamento aos poucos estaria se perdendo. Aqueles caras que dominavam a tecnologia e utilizavam esse conhecimento de forma quase anárquica estão se tornando empreendedores do Vale do Silício. A Aeon, no texto acima, defende que as ideias de subversão dos jovens inovadores, que um dia quiseram hackear o sistema, agora estão apenas hackeando novas formas de ganhar dinheiro e sucesso.


Vaniday recebe aporte de R$ 57 milhões
A Vaniday, marketplace para profissionais de beleza que apareceu outro dia aqui na seção Acelerados, recebeu investimento de 57 milhões de reais de investidores anônimos e da alemã Rocket Internet, que tem empresas como Dafiti e Easy Taxi no portfólio. A companhia irá utilizar o capital para expandir o negócio no Brasil, investir em tecnologia e marketing. A Exame fala mais no link acima.

 

Fuck Up Night
A Redeh Mandalah organizará uma noite para falar da Economia do Fracasso. Discutirão, muito além do motivacional, o que o fail realmente ensinou aos empreendedores e como eles conseguiram transformar o erro em aprendizado. A ideia é discutir os perrengues alheios para que você consiga passar melhor pelos seus. O evento acontece amanhã, às 19h30, na sede da Mandalah, na Vila Madalena, São Paulo. Veja mais no link acima.

 

Transformação empreendedora para mulheres
A Kind, empresa de consultoria e experiências focada no universo feminino, está lançando um programa de transformação empreendedora para mulheres. O curso, em São Paulo, terá oito encontros e 60 horas de duração. Organizado Denise Damiani, o projeto visa potencializar e desenvolver o comportamento empreendedor nas participantes. As inscrições vão até essa sexta-feira (basta mandar um e-mail para contato@akind.com.br) e o investimento é de 4.860 reais.

Veja também:

#VaiGarota: investir em mulheres é investir na transformação das comunidades e no desenvolvimento econômico e social do país

- 3 de setembro de 2018
6977 0 0