SPONSORS:

Seleção Draft – Jogo complicado

- 23 de Fevereiro de 2018
Game-over: apenas 30% das startups conseguem se manter no mercado (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Não é tão fácil quanto parece. Só 30% das startups conseguem se manter no mercado (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Jogo complicado
Trajetórias como a do Google ou da Apple podem iludir empreendedores sobre a facilidade de transformar boas ideias em um negócio. No entanto, este jogo é bem mais complicado, como indica uma pesquisa do Sebrae e do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços reproduzida pelo Computer World (link acima). O estudo analisou 1 044 startups e constatou que apenas 30% conseguiram manter suas atividades no ano passado. O restante fechou as portas por dificuldade de acesso a capital, obstáculos para entrar no mercado e divergências entre os sócios. A boa notícia — pelo menos para as empresas aceleradas — é que seu percentual de “game-over” é metade da média geral.

 

“Bode” de networking
Para quem só de pensar na possibilidade de fazer networking já se sente entediado, a psicoterapeuta Amy Morin lista, no Inc., estratégias para superar este “bloqueio”, tais como: pensar em como você pode contribuir neste tipo de evento em vez de tentar apenas se promover, conversar com todas as pessoas (inclusive as que não são da sua área) e focar mais na qualidade das relações do que na quantidade. A autora ainda destaca que é preciso tornar este tipo de conexão cada vez mais natural para que o “bode” pelo networking desapareça. Leia mais no link acima.

 

Como criar um negócio social
A PEGN (link acima) diz que mais do que resolver as “dores” da população, um negócio de impacto social precisa ter uma boa gestão e traz recomendações de Anna de Souza Aranha, diretora do Quintessa, de como o empreendedor pode colocar isso em prática:

1) Realize pesquisas para entender o desafio que está disposto a resolver;
2) Descubra se sua solução é relevante e se os clientes estão dispostos a pagar por ela;
3) Explicite na missão do negócio qual o seu objetivo;
4) Mapeie possíveis concorrentes e defina um modelo de negócio sustentável.

 

Aceleração social em MG
E ainda nesta temática, o Sebrae e a rede NAAÇÃO acabam de abrir um programa inédito em Minas Gerais para a aceleração de negócios de impacto social. Ao todo, serão selecionadas nove equipes para participar do processo previsto para acontecer entre abril e julho, em Belo Horizonte. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 11 de março, pelo link acima.

Veja também: