SPONSORS:

Seleção Draft – Mais representatividade

- 8 de março de 2018
Em 110 anos de luta, as mulheres conquistaram muito, mas ainda falta mais representatividade (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Em 110 anos de luta, as mulheres conquistaram muito, mas ainda falta mais representatividade (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Mais representatividade
Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemísia, diz ser estranho pensar que, mais de 100 anos depois de mulheres nos Estados Unidos e Europa terem lutado contra jornadas de trabalho abusivas e discriminação de gênero, muitas destas reivindicações permanecem as mesmas. Ela afirma, no Blog do Empreendedor (link acima), que sim, ocorreram avanços, mas a questão da representatividade ainda precisa ser melhor trabalhada e destaca a busca constante de mulheres em contar a real história da contribuição feminina em territórios supostamente masculinos, como o próprio empreendedorismo, e do trabalho da organização de criar um ambiente mais igualitário para que empreendedoras possam se desenvolver.

 

Saia da defensiva
No Inc, o conselheiro de startups Hillel Fuld aborda a necessidade dos empreendedores saírem da defensiva para desenvolver seus negócios e dá dicas práticas, no link acima e listadas abaixo, de como fazer isso:

1) Ver feedbacks como aliados e não destruidores de ideias;
2) Entender que investidores não existem apenas para dizer “sim”;
3) Saber que a competição é essencial para a validação de produtos;
4) Aceitar que pivotar é algo natural.

 

Uma busca diária
Marcelo Pimenta tenta desmistificar a ideia de que inovação é algo para poucos. De acordo com ele, este é um elemento fundamental em qualquer negócio que busque gerar valor capaz de ser percebido de imediato pelo cliente. No Mentalidades (link acima), ele escreve que inovação exige criatividade e reforça que, ao contrário do que muitos acreditam, ela já nasce com todo ser humano. O que diz ser preciso é apenas exercitar diariamente esta capacidade, mantendo-se aberto a absorver novos conhecimentos:

“Parte daquilo que criamos vem da combinação de algo que conhecemos com um novo olhar”

 

Link Lab
As inscrições para o Link Lab foram prorrogadas até o próximo domingo (11).  O programa de inovação aberta da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE)  tem como objetivo conectar pequenas e grandes empresas. Podem participar startups que atuam ou desenvolvam soluções em Realidade Virtual e Aumentada, Machine Learning, Edtech, Segurança Cibernética, IoT, Saúde e Bem-Estar, Blockchain, entre outras. Mais informações sobre o programa e seus benefícios estão disponíveis no link acima.

Veja também:

Por trás do case da GoodStorage está a transformação pessoal de um ex-“golden boy” do mercado financeiro

- 18 de julho de 2018
805 1 0