SPONSORS:

Seleção Draft – Mais um unicórnio brasileiro

- 1 de março de 2018
Eles ainda se contam em uma mão, mas pelo menos os unicórnios brasileiros começaram a nascer. (Imagem: Wikimedia Commons/ Reprodução).
Eles ainda se contam em uma mão, mas pelo menos os unicórnios brasileiros começaram a nascer. (Imagem: Wikimedia Commons/ Reprodução).

Mais um unicórnio brasileiro
O Nubank acaba de entrar para o seletíssimo clube de unicórnios — startups avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares — brasileiros, após receber um aporte de 150 milhões de dólares. De acordo com o Startse (no link acima), a fintech é o segundo unicórnio do país, passando a fazer companhia à 99 (que atingiu o patamar ao ser comprada pela chinesa Didi). Já o Estadão a considera a terceira da lista, atrás também da PagSeguro. Mas, afinal, existem dois ou três unicórnios no país? O StartSe acredita que só dois, já que a PagSeguro (que conseguiu o valuation após abrir capital na Nasdaq) já era propriedade do UOL, “um dos maiores grupos empresariais do Brasil”, o que a tiraria do grupo.

 

Conselhos avacalhados
No ecossistema empreendedor há muita gente disposta a compartilhar aprendizados com os menos experientes e, talvez por isso, algumas pessoas se esqueçam da máxima que diz: “Se conselho fosse bom, não seria de graça”. Nessa linha, o Smallbiztrends reuniu histórias de cinco fundadores relatando as piores “dicas” que já receberam. Coisas como: lançar um produto rápido demais, contratar colaboradores muito parecidos, adotar estratégias antiéticas para aumentar as vendas e escolher um investidor apenas pelo aporte oferecido. Leia no link acima.

 

Marijuana Valley
O Qz fala sobre um mercado crescente e que tem chamado a atenção dos VCs do Vale do Silício: o da plantação ou venda de maconha. O texto diz que os investidores não gostam de falar abertamente sobre o assunto, até porque ainda não se sabe como o governo americano vai lidar com a legalização da droga em alguns estados. Porém, os números provam que este ramo desperta bastante interesse. O artigo (no link acima) destaca que, desde 2012, mais de 967 milhões de dólares foram aportados em 272 empresas do ramo.

 

Startup Weekend Women
Entre os próximos dias 9 e 11, Fortaleza recebe o Startup Weekend Women, uma versão do Startup Weekend que tem 75% dos organizadores, mentores, jurados e participantes do sexo feminino. Podem se inscrever estudantes, empreendedoras, empresárias, desenvolvedoras, designers ou outras mulheres que tenham interesse em empreendedorismo. Homens também são bem-vindos, claro. Os ingressos custam 100 reais e podem ser comprados pelo link acima.

Veja também: