SPONSORS:

Seleção Draft – Mate o medo de delegar

- 9 de agosto de 2019
Delegar ou estafar?

Mate o medo de delegar
Se você é daqueles líderes “possessivos” em relação a cada tarefa que deve ser executada em sua empresa e pensa que só você é capaz de executá-las com todo o afinco e seriedade necessários, a Fast Company tem uma solução. Uma não, três. O artigo do link acima lista maneiras de repassar uma missão que não faz exatamente parte do seu job description e, ao mesmo tempo, sentir-se seguro de que outra pessoa executará a tarefa tão bem quanto você. O primeiro passo é explicar detalhadamente as instruções e garantir que seu colaborador entendeu 100% do que foi pedido. O segundo, mesmo que a pessoa ainda não tenha terminado a tarefa, é pedir que ela dê uma previsão de como será a entrega. E por fim, o terceiro é perguntar quais são as primeiras providências a serem tomadas para garantir que o funcionário está indo na direção correta. Ok, todas essas medidas parecem um pouco controladoras, mas se a princípio, elas fizerem um líder começar a delegar, já é meio caminhado andado.

 

Parceria vantajosa
À Época Negócios (link acima), Alex Comninos, CEO da Founders Intelligence para a América Latina, conta como a consultoria montou um modelo de inovação aberta que vai além dos programas de aceleração e incubação de novos negócios. Ele afirma: “Hoje, pelo modelo tradicional, a companhia faz uma parceria e investe em uma startup. Quando uma parceria dá muito certo, a empresa adquire a startup”. Ele continua:

“Nós queremos buscar um modelo de parceria que seja benéfico para os dois lados. E não necessariamente só com startups – podem ser duas grandes empresas fechando uma parceria”

 

Inovação no Brasil
A ACE divulgou um relatório exclusivo sobre o real estado da inovação no Brasil e as tendências adotadas por 20 mil grandes empresas. De acordo com os dados colhidos, 70% dos entrevistados afirmaram que estão sofrendo algum tipo de disrupção em seu segmento e 55% classificaram a inovação na empresa como boa ou muito boa. Os motivos para inovar em 80% das empresas é essencialmente financeiro, sendo que 25% das pessoas ouvidas afirmaram que o investimento em inovação é feito visando a geração de receita por meio do lançamento de novos produtos ou serviços. Baixe o documento completo no link acima, cadastrando seu nome e e-mail.

 

Falhe, mas falhe diferente
“Qualquer um que não falhe de vez em quando provavelmente está mentindo, ou simplesmente não está nem agindo.” É o que diz o consultor John Boitnott no Inc. ao  concluir que é impossível lançar uma startup sem cometer erros. No link acima, ele indica como superar os passos em falsos e seguir em frente:

1) Em vez de negar, aceite e entenda seus deslizes;
2) Analise os erros do passado para não cometê-los novamente;
3) Faça uma lista do que você e seu time já conquistaram até o momento;
4) Pratique o autocuidado (e zele também pelo bem-estar de sua equipe);
5) Entenda que novas pedras podem aparecer no caminho, mas evite tropeçar nas mesmas. 

999 Total Views 4 Views Today
Veja também: