SPONSORS:

Seleção Draft – Mentalidade de abundância

- 31 de maio de 2018
Para colher bons frutos, ou melhor, resultados em seu negócio, um fundador precisa manter a mentalidade de abundância.

Mentalidade de abundância
Chomwa Shikati, cofundador da Africar (plataforma de compra e venda de carros), fala que a maioria dos empreendedores tem dificuldades em levantar fundos, o que faz com que sejam tomados por pensamentos negativos e pelo ímpeto de desistir. No entanto, ele diz, no Medium, que o desânimo nunca rende bons frutos. Para ele, os fundadores precisam aprender a desenvolver uma mentalidade de abundância. Com isso, afirma, conseguirão fazer mais e melhor com os recursos já disponíveis, encontrarão soluções criativas e econômicas e amenizarão as dificuldades da jornada empreendedora. Leia mais no link acima.

 

Não sugue sua equipe
O e27 aborda oito maneiras de um CEO matar a produtividade de seu time. A ideia dos apontamentos do texto (link acima), logicamente, é evitar atitudes como:

1) Manter um clima de hierarquização e distância dos funcionários;
2) Agendar inúmeros reuniões sem propósito definido;
3) Controlar o tempo que cada colaborador leva para executar suas tarefas;
4) Nunca elogiar as conquistas da equipe.

 

Fanatismo pelo cliente
Gustavo Caetano, fundador da Samba Tech (empresa de gestão e distribuição de vídeos online) e Tomás Duarte, CEO da Tracksale (tecnologia para monitoramento da satisfação do cliente) trazem dicas de como manter uma cultura de obsessão positiva em relação aos consumidores. No LinkedIn (link acima), eles fazem as seguintes recomendações para os empreendedores: “vestir os calçados” de seu público-alvo para identificar suas dores e prazeres, criar soluções para os problemas dos clientes antes que eles precisem solicitá-las, trazer personalização para suas ofertas e buscar sempre novidades e inovação.

Veja também: