SPONSORS:

Seleção Draft – Na mira da China

- 26 de abril de 2018
A China demonstra apetite pelo Brasil e pretende investir 250 bilhões de dólares na América Latina, com foco no país (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Na mira da China
Ricardo Geromel, sócio do StartSe, escreve no site sobre o “apetite” da China por investir na Nova Economia brasileira. O objetivo, segundo dados citados por ele, é que o país aporte 250 bilhões de dólares na América Latina até 2025, com foco no Brasil. Um dos mais recentes exemplos desse interesse é a compra da 99 pela Didi, o que permitiu que o app se tornasse o primeiro unicórnio nacional. No entanto, de acordo com Ricardo, a fome  dos chineses vai além das empresas de tecnologia. Ele conta que, de olho no setor de entretenimento, o país comprou um time de futebol do interior paulista e já mira o Nacional da Amazônia. Leia mais no link acima.

 

Valorize o freguês
Keith Shields, CEO da desenvolvedora de software Designli, afirma que os empreendedores precisam se valer mais das histórias de seus clientes para melhorar o marketing de suas startups. No Startups.co (link acima), ele afirma que são as experiências dos consumidores com seus produtos ou serviços que trazem confiança para o negócio, provam que sua oferta realmente funciona e os incentiva a testar outras novidades da empresa. Keith ainda indica elementos essenciais que devem fazer parte dos testemoniais dos usuários para que sejam persuasivos: fotos e nomes reais, a dor vivida por eles, os custos que esses problemas implicavam e como sua solução ajudou a resolvê-los.

 

Diversidade zero
Após Dara Khosrowshahi assumir o posto de CEO do Uber, no lugar de Travis Kalanick, pouca coisa mudou em relação à diversidade na empresa, que continua majoritariamente branca e masculina. De acordo com o Recode, o segundo relatório sobre o tema divulgado pelo app de transporte — primeiro sob o comando de Dara — mostra, no link acima, que houve uma queda na representatividade de colaboradores negros (de 8,8% para 8,1%) e um leve aumento em relação aos latinos (de 5,6% para 6,1%). Já a participação feminina na empresa ainda é dispare, 38% contra 62% da masculina. Parece que apesar de todo o escândalo envolvendo casos de sexismo no ano passado, o Uber ainda não aprendeu…

 

Inclusive Innovation Challenge
Vão até 1º de maio as inscrições para o Innovation Challenge, desafio anual do MIT, que vai conceder 1 milhão de dólares para organizações empreendedoras que utilizem a tecnologia para impulsionar oportunidades econômicas para o futuro trabalho. Serão selecionados 20 finalistas regionais (quatro de cada continente) para ir ao MIT (com todas as despesas pagas). Os vencedores de cada região receberão 250 mil dólares e terão a chance de se conectar com o ecossistema empreendedor global. Mais informações no link acima.

Veja também:

A Laboratoria forma mulheres programadoras — que refinanciam o programa depois de empregadas

- 21 de maio de 2018
Mariana e Regina, a CEO e a sócia da Laboratoria no Brasil (da esq. para a dir.) querem ver mais mulheres no mercado de programação nos próximos anos.

“Se aparecer na sua frente uma segunda chance de realizar um antigo sonho, não a desperdice”

- 18 de maio de 2018
Patrick já tem cabelos brancos e achava que fazer um MBA no MIT era algo para suas filhas. Estava, felizmente, enganado.