SPONSORS:

Seleção Draft – Networking para millennials

- 8 de novembro de 2018
Um cartão de visitas pode ser uma desculpa para alguém não colocar o seu número nos contatos do telefone.

Networking para millennials
O empreendedor millennial Brett Knutson, fundador do Hive (app social que reúne pessoas com os mesmos interesses e hobbies) tem opiniões fortes sobre como fazer conexões reais entre os integrantes de sua geração. No Influencive, ele debocha de reuniões de networking regadas a café e diz que aqueles que se aproximam de outras pessoas simplesmente para resolverem seus problemas têm uma mentalidade de curto prazo. A questão para o autor é outra, como destaca no link acima:

“Seja esperto e pense no futuro, agregando valor a todos, sem esperar nada em troca”

 

Desafios da blockchain
O Computerworld traz um balanço da 3ª edição da Conferência Blockchain, que aconteceu ontem em São Paulo e debateu cenário, aplicações e futuro da tecnologia, que tem cruzado fronteiras e chegado a diversas áreas de negócios. Em geral, os especialistas do mercado financeiro classificam a blockchain como pronta, mas listam barreiras que ainda devem ser superadas. Por exemplo, um engano comum é achar que a tecnologia é uma solução para tudo. Não… É preciso mais entendimento sobre a ferramenta antes de colocar projetos em prática! Outro ponto a ser encarado é a criação de um mindset de colaboração para fazer o modelo avançar e formar mão de obra. A mensagem para 2019 é: começar a sair um pouco da garagem e entrar na sala de estar. Leia mais no link acima.

 

Para um Brasil melhor
Maure Pessanha, que comanda a aceleradora de impacto social Artemisia, compartilha, na PEGN (link acima), três dicas para empreendedores empenhados em criar produtos e serviços que ajudem o Brasil a avançar. A primeira é entender o problema a fundo (apaixone-se por ele, em vez de apenas focar no desenvolvimento de soluções), já a segunda é investir em pessoas com habilidades complementares às suas e vontade de fazer acontecer. Por fim, a última recomendação é sobre criar indicadores para medir o impacto das ações desde o início da empresa e saber se o objetivo é atingido.

 

ACE Startups
Vai até dia 15 o prazo de inscrição na Turma 14 do programa de aceleração ACE. Podem participar startups que tenham produto pronto, tração e validação em mercados potenciais. O recrutamento é dividido em quatro etapas: análise de inscrição e aprofundada, comitê de seleção e oferta de aceleração. As selecionadas obtêm acesso a investimento de 150 mil reais (e até 500 mil após a aceleração), mentorias e uma metodologia customizada. O programa começa em janeiro do ano que vem. Mais informações no link acima.

Veja também:

Antes de curar o mundo, cure a si mesmo – e ao seu negócio. O aFlora propõe amor em vez de dor

- 29 de outubro de 2018
8901 7 0

Ele usou os ensinamentos do karatê para criar a GoGood, que incentiva colaboradores a serem mais saudáveis

- 22 de outubro de 2018
6666 1 0