SPONSORS:

Seleção Draft – O que importa para o CEO?

- 27 de abril de 2017
A atenção de quem lidera uma startup deve estar no desenvolvimento do negócio e do produto. (Imagem: xinem - Flickr/ Reprodução)
A atenção de quem lidera uma startup deve estar no desenvolvimento do negócio e do produto. (Imagem: xinem - Flickr/ Reprodução)

O que importa para um CEO?
Um expediente de 16 horas, ainda que insalubre, pode ser considerado comum entre fundadores de startups – pelo menos entre os workaholics. Mas há maneiras de otimizar o seu tempo, diz Courtney Williams, que escreve sobre negócios de educação na Forbes. Para ele, a maior prioridade de um CEO deve ser o desenvolvimento da empresa: buscar oportunidades, mirar no crescimento e firmar parcerias. Contratar bons profissionais e determinar a visão do seu produto também devem estar no pacote. O resto pode esperar.

 

A luta pelo investimento
Em seu texto no Medium, Bruno Oliva Peroni (fundador da Semente Negócios, que faz projetos de capacitação e consultoria para fomentar o empreendedorismo) conta por que investir em empresas privadas e novos negócios não é tão fácil quanto investir em empresas públicas. A resposta é a regulação e o risco desses investimentos. Para ele, a democratização por meio da tecnologia é a grande solução, e plataformas de equity crowdfunding são ótimas alternativas para investidores.

 

Inovar a cada dia
Criar uma empresa inovadora significa investir na mentalidade certa, além de incentivar iniciativas que visam a criação de valor e crescimento escalável do negócio. No Singularity Hub (link acima), Lisa Kay Solomon fala de como essa atitude acontece, na prática, em uma startup. Ela começa por observar o seu produto da perspectiva do consumidor, estimular a colaboração entre as pessoas, ensaiar boas maneiras de apresentar ideias, praticar a síntese, valorizar pequenos experimentos e abraçar a incerteza.

 

Futuro do Trabalho no Recife
Na próxima terça-feira, dia 2 de maio, Thiago Mota, mentor de aceleração de negócios e startups e parceiro do Circuito Fora, vai falar sobre as tendências que vão formar o trabalho do futuro. O evento acontece no Recife (PE) e será dividido em nove temas, entre eles os efeitos da colaboração e o papel da consciência coletiva no processo de transformação profissional. As inscrições, abertas no link acima, são gratuitas.

Veja também:

“Tememos a Transformação Digital pelos processos inúteis que ela destrói – mas não pelos que ela cria”

- 6 de setembro de 2018
9540 4 0
Prestes a completar 70 anos, Maurizio Mauro está pronto para se reinventar outra vez.