SPONSORS:

Seleção Draft – Os superpoderes das startups

- 3 de janeiro de 2019
Descubra e aperfeiçoe os pontos fortes de sua empresa.

Os superpoderes das startups
É comum as crianças se vestirem com fantasias de super-heróis dos quais admiram as habilidades, como atravessar paredes, voar, ler mentes etc. No entanto, os superpoderes, na vida real, são apenas aprimoramentos de competências que já possuímos. Na Forbes, Brian Patrick, CTO da GreenLight (empresa que oferece serviços de inteligência de dados e AI), lista quais são esses superpoderes no caso das startups. Entre eles, agilidade para desenvolver novas ideias, capacidade de resistir ao estresse e facilidade de criar métricas direcionadas. Leia mais no link acima.

 

O futuro das patinetes
As startups de compartilhamento de patinetes elétricas foram destaque em 2018, mas não são negócios sustentáveis, na opinião de Tony Ho, executivo da Segway-Ninebot. A fabricante chinesa produz os veículos para empresas como Bird, Lime, Uber e Lyft. Em uma tradução de um texto do Financial Times, a Folha de S.Paulo (link acima) destaca que, apesar desses negócios terem atingido avaliações de mais de 1 bilhão de dólares, os investidores estão cada vez mais receosos devido às dificuldades de regulamentação e à concorrência. Além disso, para Tony, os gastos dessas startups na compra das patinetes e no pagamento de profissionais para recolhê-las e recarregá-las todos os dias torna o modelo de compartilhamento inviável. O executivo, no entanto, é otimista em relação à adoção do veículo pela população como uma opção de mobilidade: “É algo que os consumidores escolheram usar”.

 

Como não perder talentos 
A desorganização no recrutamento e longos períodos entre a entrevista e o feedback positivo podem fazer os negócios perderem grandes talentos durante o processo de contratação. A Fast Company traz, no link acima, dicas para simplificar este procedimento, tais como:

1) Usar tecnologias, como a AI, para agilizar a seleção dos perfis mais compatíveis;
2) Realizar entrevistas em grupo em vez de individuais para , economizar tempo;
3) Fazer especificações menos generalistas do que se busca nos futuros colaboradores;
4) Manter contato ao longo da seleção para que os candidatos se continuem engajados.  

 

Curso de Design Sprint
A Immaginare Escola de Criação e Design realiza de 21 a 25 de janeiro, em Ribeirão Preto (SP), um curso sobre o processo de testes e avaliação de ideias  de negócios com a metodologia Design Sprint (desenvolvida e anunciada pela Google Ventures ). O objetivo nos cinco dias é criar, desenhar, prototipar e testar uma ideia em tempo otimizado através da colaboração e co-criação entre os participantes. As inscrições custam 350 reais e podem ser feitas no link acima.

1326 Total Views 1 Views Today
Veja também:

Como as HR Techs estão aproveitando um setor carente em inovação e tecnologia para se desenvolver

- 28 de março de 2019