SPONSORS:

Seleção Draft – Prova de amor

- 1 de junho de 2018
Os clientes dão sinais de que amam seu produto ou serviço. Fique atento a eles.
Os clientes dão sinais de que amam seu produto ou serviço. Fique atento a eles.

Prova de amor
Como saber se o cliente te ama, ou melhor, ama seu produto ou serviço? A estrategista de marketing Sonia Thompson aponta, no Inc., três sinais dados pelos próprios consumidores de que estão satisfeitos com o seu negócio. O primeiro é eles te falarem abertamente sobre sua experiência, o segundo, recomendarem a empresa para outras pessoas e, por fim, a terceira “prova de amor” é eles voltarem a te procurar em busca das mesmas ofertas ou de novos produtos. É simples, mas também é parte de uma matemática complexa e, online, aferível. Leia mais no link acima.

 

Pronta para tempestades
John Rampton lista, no Entrepreneur (link acima) sete características que as startups precisam ter para enfrentar qualquer tempestade durante sua fundação. Entre elas:

1) Cofundadores alinhados;
2) Equipe engajada e preparada para lidar com adversidades;
3) Poder de resiliência;
4) Abertura para pivotar.

 

Menos sexismo com ICOs
A Fast Company aborda como as ICOs (Oferta Inicial de Moedas) podem ser uma boa maneira de combater o sexismo na hora de levantar fundos. De acordo com o texto (link acima), apenas 4% dos negócios que receberam aportes de VCs nos Estados Unidos ano passado eram comandados por mulheres. O artigo destaca a possibilidade de confrontar esse “clube do bolinha” com as criptomoedas, já que as transações acontecem online e as empreendedoras não precisam expor pessoalmente seus pitches. No entanto, ressalta que ainda será preciso superar questões de fraudes, especulações e regulamentações para que isso se torne realidade.

 

Iguá Lab
A Iguá Saneamentos está em busca de startups para resolver cinco desafios do saneamento: inadimplência, perdas de água, comunicação com os clientes, treinamento de colaboradores e infraestrutura. As selecionadas receberão mentoria e poderão fechar um contrato de um ano com a empresa. As inscrições vão até dia 15 pelo link acima. Para discutir ideias disruptivas que podem transformar este setor, haverá também um debate, no dia 11, no Cubo. O evento contará com a participação de Gustavo Guimarães, presidente da Iguá, Renato Mendes, da Aceleradora Organica, Daniel Grynberg, da Yunus, e Alexandre Rodrigues, CEO da Evnts.

Veja também:

A Laboratoria forma mulheres programadoras — que refinanciam o programa depois de empregadas

- 21 de maio de 2018
Mariana e Regina, a CEO e a sócia da Laboratoria no Brasil (da esq. para a dir.) querem ver mais mulheres no mercado de programação nos próximos anos.