SPONSORS:

Seleção Draft – Saiba pedir dinheiro

- 1 de fevereiro de 2019
Não adianta apenas pedir investimento: é preciso ter a cifra do aporte definida na hora de apresentar seu pitch.

Saiba pedir dinheiro
Se quer conseguir investimento para sua startup, é melhor afiar seu pitch, pois segundo Scott Douglas Clary, fundador do site sobre empreendedorismo e inovação ROI Overload, 99% das apresentações de startups soam como uma “receita para perder dinheiro”. Para que sua história não entre nesta estatística, ele lista dez dicas, no link acima. Entre elas:

1) Fale sobre o que se trata seu negócio nos primeiros 30 segundos de PPT;
2) “Desenhe” um quadro bem claro de quem são seus potenciais clientes;
3) Mostre entusiasmo (investidores querem um CEO que seja um chefe de vendas);
4) Peça uma quantidade específica de capital, não apenas dinheiro. 

 

Convivendo com a ansiedade
A Forbes traz um relato sincero sobre os desafios de empreender quando se é diagnosticado com transtorno de ansiedade. Manny Padda, do fundo de investimentos New Avenue Capital, fala que sabe não ser o único: o estresse gerado ao se construir uma empresa provavelmente desencadeia condições como ansiedade e depressão. E, de acordo com ele, o empreendedorismo também tende a atrair pessoas mais aceleradas. O autor conta que, após procurar tratamento, ele entendeu que muito de sua angústia tinha relação com as pessoas que o cercavam e, por isso, desfez o contato com quem lhe causava estresse. Por outro lado, remendou laços com quem tinha cortado ligações por causa do ego. Leia mais no link acima.

 

Instigue a criatividade
Buscar inovação é um dos grandes desafio de um líder. Não basta exigir que seu time invente coisas do zero, é preciso estimular e — mais importante — desbloquear a criatividade dos colaboradores. Segundo uma pesquisa citada pela Harvard Business Review, no link acima, apenas 25% das pessoas sentem que estão vivendo de acordo com seu próprio potencial criativo e, do lado dos empregadores, 94% estão insatisfeitos com o desempenho da empresa neste quesito. E não adianta forçar a barra, pois pressão não ajuda em nada. De acordo com a coach Rebecca Shambaugh um líder deve, primeiro, observar o que pode estar limitando sua equipe (regras e padrões em excesso?), criar um ambiente seguro, no qual as pessoas não tenham medo de se expor, e apoiar funcionários que não se sintam capazes ou confiantes, oferecendo mentoria para que acreditem em si mesmos.

 

Portas Abertas Saúde
Vão até 18 de fevereiro as inscrições para o Portas Abertas Saúde – Diálogos, iniciativa da Vox Capital e do Quintessa para impulsionar negócios de impacto. O encontro é uma oportunidade para empreendedores da área e atores desse mercado conversarem sobre soluções para uma saúde acessível e de qualidade no país. Os painelistas serão Fábio Deboni (Instituto Sabin), Paulo Braga (Eurofarma), Mahiti Godoy (Prontmed) e Giovanni Guido Cerri, secretário estadual da Saúde de São Paulo entre 2011 e 2013. O evento acontece no dia 19. Mais informações no link acima.

1639 Total Views 2 Views Today
Veja também:

“Ninguém sentiu mais medo do que eu”: Adriano Silva é o entrevistado da semana no Retrato

- 3 de junho de 2019

“Aprendendo a perder o controle”: confira a estreia de Retrato, novo podcast do Draft!

- 24 de maio de 2019