SPONSORS:

Seleção Draft – Uma questão de equilíbrio

- 5 de janeiro de 2018
Velho dilema: entre o produto feito e o perfeito, fique com o que o cliente procura (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Velho dilema: entre o produto feito e o perfeito, fique com o que o cliente procura (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Uma questão de equilíbrio
O que é melhor: um produto feito ou perfeito? Segundo Lesley Sim, fundador da Video Bento (produtora de vídeos para negócios com modelo SaaS) é preciso quebrar esse paradigma. No e27, ele diz que os dois parâmetros são válidos e dependem de diversos fatores, como o setor em que se atua, o estilo dos consumidores e as exigências do próprio fundador. Ele ainda defende o equilíbrio como a solução mais adequada e afirma que essa dualidade serve apenas como desculpa para não agir ou esconder o medo do que os clientes irão pensar. Sua recomendação, no texto (link acima), é arriscar:

“Exponha seu produto e deixe o mercado dar a resposta final ”

 

Adapte-se ao momento
Não importa o tamanho das ambições ou a eficiência com que se trabalha, mesmo os planos bem arquitetados podem falhar por falta de recursos, diz Faisal Hoque, fundador da Shadoka (consultoria de sustentabilidade para empresas). Mas nem por isso, o empreendedor deve desanimar. Na Fast Company (link acima), o autor dá dicas simples de como se adaptar a um momento de escassez e mesmo assim manter uma boa produtividade. São elas:

1) Aprenda a dizer não para tudo o que pedem;
2) Encontre um parceiro para dividir as responsabilidades;
3) Não tenha a ambição de “reinventar a roda”;
4) Evite pessoas negativas;
5) Permita-se tempo para analisar a situação;
6) Foque em uma tarefa por vez.

 

As resoluções de Zuckerberg
Desde 2009, o criador do Facebook Marc Zuckerberg publica sua listinha pessoal de metas para o ano, que anteriormente já incluiu itens como, aprender mandarim, visitar todos os estados dos Estados Unidos e ler 25 livros. Só que desta vez, como destaca o Tecnoblog, o desafio lançado faz parte do que, supostamente, já seria sua missão: corrigir os problemas da rede social. Entre eles, a interferência de governos estrangeiros na plataforma, o mau uso para disseminação de ódio e a veiculação de notícias falsas. Pelo visto, 2018 será um ano de muito trabalho. Leia mais no link acima.

Veja também:

Entre apoiadores e descrentes em um produto – orgonite, conhece? – é possível encontrar o sucesso

- 9 de outubro de 2018
4053 1 0

Depois de 36 anos no mundo corporativo, ele agora empreende cercado de jovens pesquisadores na Rubian

- 8 de março de 2018
Juventude e maturidade na Rubian: Philipe dos Santos (pesquisador), Márcio Lopes (sócio), Juliana Kelly Silva (pesquisadora), Eduardo Aledo (sócio) e Alex Matioli (sócio).

Verbete Draft: o que é Slow Design

- 14 de fevereiro de 2018
O brasileiro Zanini de Zanine é um dos adeptos do slow design: produtos pensados com mais calma e para durar mais.