SPONSORS:

sucessão

Aos 23, órfã, ela se viu com uma empresa para tocar. Sem chance de retroceder, ela venceu o medo e foi adiante

- 22 de setembro de 2015
Lorena Kreuger: “Quando o destino levou meu pai, e me jogou o negócio da família no colo, a única certeza que eu tinha era de que não tinha a menor ideia do que fazer” (Foto: Claus Lehmann.)