SPONSORS:

Uma tarde de tecnologia, aprendizado, inovação… e pizza

- 15 de Março de 2018
O auditório da Melicidade foi aberto para receber o Pitch ‘n Pizza: Estabelecendo pontes para fomentar a inovação e empreendedorismo.

O dia já havia começado com grandes notícias – o lançamento do Mercado Crédito, um serviço de empréstimos para empreendedores – quando o Mercado Pago abriu novamente as portas para a inovação e o espírito realizador. Literalmente, no caso: por quatro horas na tarde de 30 de janeiro, o auditório da Melicidade (o campus dividido por Mercado Livre, Mercado Pago e outras empresas do grupo) recebeu a 14ª edição do Pitch ‘n Pizza.

“É possivelmente o primeiro evento que fazemos neste espaço com esse foco, de aproximar as empresas, os empreendedores, investidores, formadores de opinião, gente que está buscando inovação”, disse Túlio Oliveira, Diretor do Mercado Pago no Brasil durante sua fala, na abertura da tarde. Oliveira contou a trajetória de uma empresa de pagamentos que vem diversificando sua atuação on e off-line, chegando ao assunto da manhã – a concessão de créditos, que já beneficiou 25 mil empreendedores na América Latina – e ao Pitch ‘n Pizza, como mais um passo em direção a “fomentar o ecossistema do Mercado Pago”.

O evento na Melicidade foi dividido em três sessões de pitch, nas quais os representantes das startups tinham cinco preciosos minutos para explicar e defender suas empresas diante de uma seleta banca com especialistas como o investidor Dorival Dourado, a Business Architect do Nubank Thaís Starling, o gerente de inovação da Leroy Merlin Charles Schweitzer e a head do fundo de investimentos do Mercado Livre, Melifund, Augustina Palmai. Cada apresentação seria seguida de perguntas e cada sessão de quatro apresentações foi seguida de intervalos para trocas de cartões e networking.

Embora as três sessões tenham sido temáticas – primeiro, as startups no ramo das fintechs (Quanto, Confere, Nexos e PDVend), depois das Consumer Data (Flowsense, Seed, Refinaria de Dados e NeoAtlas) e tecnologias emergentes (Aquarela, Crave Industry, GoEpik e Uniproof) – o tom geral foi sempre ligado à tecnologia e à economia disruptiva. “Nós somos parte do ecossistema do Mercado Livre”, lembra Rodrigo Silva, head de marketing do Mercado Pago. “Que, apesar de seu tamanho, mantém até hoje o DNA de uma startup, que é a capacidade de empreender. E isso é a virtude em comum com todas as startups presentes. E esse evento estabelece pontes para fomentar a inovação e esse empreendedorismo.”

Nesse sentido, não apenas os questionamentos e provocações feitos pela banca e pela plateia em direção aos CEOs durante as apresentações foram valiosos, mas também a pizza que se seguiu enquanto o sol se punha em São Paulo. “Nós acreditamos que a conexão entre pessoas alavanca negócios”, diz Rodrigo Silva. “Esse é o papel do Mercado Pago, ser ele próprio um fomentador de negócios e de inovação no Brasil e na América Latina. E quanto mais conexões, mais valor é gerado nessa troca.”

 

Depois das apresentações, o evento continuou em forma de pizza: “Nós acreditamos que a conexão entre pessoas alavanca negócios. Quanto mais conexões, mais valor é gerado nessa troca.”

A sincronia entre os valores do Mercado Pago e a missão da maioria das startups era visível, tanto no emprego de soluções tecnológicas para simplificar o dia-a-dia, como no senso de democratização do acesso à economia e aos serviços. Esse olhar estava numa plataforma com a qual comerciantes podem controlar suas vendas realizadas com cartão de crédito, como a Confere Cartões , em um software de gerenciamento para pequenos varejistas como o PDVend , ou um serviço de realidade aumentada que permita que operários possam manipular seus equipamentos com muito mais segurança, como a GoEpik. “O grande desafio de qualquer empresa de tecnologia atualmente é desenvolver soluções que possam ser utilizadas por todos, desde o maior jogador desse sistema até o menor dos empreendedores”, diz Agustina Palmai, gerente do MeLi Fund, que participou das três bancas. Ela continua:

“Foi curioso notar que, independentemente do ramo de atuação, os empreendedores estão cada vez mais abertos a feedbacks e a serem desafiados a refinar sua estratégia, seu time e seu negócio. Há uma flexibilidade e capacidade maior de ouvir e fazer as mudanças necessárias durante o caminho de construção e crescimento. Não é preciso ter um produto ‘final’ para pedir conselhos ou ouvir investidores.”

O sucesso do Pitch ‘n Pizza na Melicidade reforça as ações do Mercado Pago no universo off-line, mas também sua vocação para “hub” de empreendedores e criadores. E deixou no ar a certeza de que outros eventos virão, que possam, como diz Rodrigo Silva, “colocar nossa plataforma, nossos executivos e nossas ferramentas para incentivar, fomentar e gerar mais valor para a região”.

Portanto, se você compra ou se você vende, saiba que o Mercado Pago tem a solução ideal. Clique aqui e descubra tudo o que podemos fazer por você.

 

Mercado Pago - Banner Draft v1

Veja também: