SPONSORS:

Por dentro da cozinha do CRIE: uma visita ao sétimo andar

- 28 de fevereiro de 2019

2636 Total Views 1 Views Today

Cozinha, no meio musical, é o termo utilizado para se referir à bateria, percussão e baixo. Na maioria dos casos, é essa trinca que faz a música emocionar as pessoas; sem ela, a magia não acontece. Na cozinha do CRIE, a banda toca da mesma forma — é dali que saem muitas das criações que pulsam (e emocionam) as redes da FCA. É dessa cozinha que vamos falar agora, fechando o balanço de um ano de operações do hub.

Nos quase 10 conteúdos que já publicamos neste canal, utilizamos o sucinto “hub de inovação em comunicação da FCA” para definir o CRIE.  A escolha foi um recurso editorial já que o foco eram as histórias de suas campanhas, ações e eventos. Agora, podemos expandir o conceito, tão largamente que seja capaz de envolver todas as mais de 40 pessoas que integram o hub pilotado pelos Heads FCA Latam Alan Leite (Canais Digitais e CRM), Bárbara Bono (Conteúdo) e Dênis Onishi (Mídia).

Pois é, o CRIE tem gente à beça, e essa é uma de suas características inerentes. Outra, diretamente relacionada, é o fato de ser multidisciplinar, envolvendo pessoas das áreas de mídia pragmática, performance e conteúdo (dentre os profissionais da casa) e ainda da área de criação, por meio do formato in house, que chama para dentro da empresa criativos das agências parceiras. No CRIE, essa galera não corre o risco de enfrentar o típico ambiente careta de corporação: a atmosfera é descontraída, a troca é grande e todo mundo tem muita referência criativa e profissional. E o espaço físico contribui bastante: o sétimo andar, onde fica hub, lembra um coworking, com sofás, paredes coloridas, poltronas e, claro, nenhuma baia entre as mesas.

Achamos por bem dar voz aos membros dessa cozinha multidisciplinar e pedimos que completassem a seguinte frase: Para você, o CRIE é… Nem todos puderam responder (e alguns ficaram tímidos) mas as frases que apuramos dão o tom dessa aventura coletiva. Ou “experiência antropológica maravilhosa”, como define Lívia Lira, especialista em conteúdo digital da FCA. Para ela, trabalhar em um grupo grande implica em muita criatividade e também em muita dedicação. “Implica em sair mais da cadeira do que de costume, atentar para detalhes, ter jogo de cintura, entender que seu humor influencia no humor de todo mundo. Manter o clima lá no alto faz parte do nosso job description“,diz.

Então, solta a voz e diga lá:
Para você, o CRIE é…

…criação desburocratizada. Os resultado tem estratégia, conceito e execução sem precisar se perder em várias etapas de aprovação.
Guido Michaellis, redator

…desafio, entrega e superação.
Fábio Oliveira, conteúdo

…dinamismo. A proximidade entre as áreas geradoras de conhecimento e os profissionais com poder de decisão rompe diversas barreiras burocráticas.
Bruno Rezendo, social analytics

…novo modelo de conteúdo. A criatividade homogênea é nossa melhor parte.
Paula Granete, gerente de projetos

… algo novo todos os dias, aprendizado novo todos os dias.
Giuliana Gaspareto, conteúdo

…autonomia na proposição de ideias. A análise 360º do cenário de toda a companhia, permitindo insights e tomadas de decisão cada vez mais ágeis.
Marcella Vasconcellos, digital analytics

…oportunidade de se fazer bons projetos e aprender no processo, pois somos pessoas com diferentes skills trabalhando em conjunto.
Marcelo Sousa, criação

… troca de experiências que ajudam não só no crescimento da equipe como também no pessoal.
Pedro Brito, tagging

…ambiente que permite autonomia e, ao mesmo tempo, proximidade com as lideranças responsáveis.
Felipe Kubota, leads analytics

2637 Total Views 2 Views Today