SPONSORS:

Seleção Draft – Disrupção é colaborar

- 20 de julho de 2017
Startups, grandes empresas e investidores precisam colaborar para inovar. (Imagem: Pexels/Reprodução)
Startups, grandes empresas e investidores precisam colaborar para inovar. (Imagem: Pexels/Reprodução)

Disrupção é colaborar
Na Harvard Business Review, dois sócios da McKinsey defendem que a nova economia só será disruptiva se houver colaboração. Para Chandra Gnanasambandam e Michael Uhl, mais do que apostar em novas tecnologias e produtos, startups, corporações e investidores devem compartilhar suas experiências, conhecimentos e até mesmo seus erros. Em um exemplo de como isso pode funcionar, eles citam a parceria entre a Ford e a Argo. A automobilística deu liberdade para que a startup de AI desenvolvesse um carro autônomo. Leia mais no link acima.

 

Um nome de peso
Um estudo das universidades americanas Drexel, Stony Brook e Villanova revelou algo curioso: o nome de uma startup pode ter influência decisiva na hora do pitch. A Business Insider (no link acima) traz os dados da pesquisa. Nomes mais fáceis de pronunciar, como Uber e Lyft, tendem a receber mais dinheiro tanto de fundos de VC e investidores-anjo quanto de crowdfunding. Nomes únicos também chamam mais atenção, pois segundo a análise, como o mercado ainda não sabe nada a respeito dela, um nome único dá a impressão de que a empresa possui algo especial.

 

Samsung Ocean USP
Até domingo (23), startups com ideias inovadoras para smartphones, tablets e wearables — preferencialmente ligadas às áreas de IoT ou VR — podem se inscrever para uma pré-aceleração promovida pela Samsung em parceria com a Poli-USP. O programa terá duração de 18 semanas, nas quais serão oferecidos treinamentos, workshops, palestras e mentorias, além de trabalho de campo. A inscrição é gratuita e pode ser feita no link acima.

 

Friends Of Tomorrow
São Paulo recebe no dia 5 de agosto a Friends Of Tomorrow, uma conferência para discutir futurismo. O evento, promovido no Brasil pela Aerolito, vai reunir palestrantes de várias partes do mundo, como a astronauta da Nasa Yvonne Cagle e o empresário italiano Bipop Gresta, que está criando uma forma de transporte de humanos em cápsulas em alta velocidade. O ingresso custa 699 reais e pode ser comprado no link acima.

Veja também:

Como a BRF está criando novas soluções com o Programa de Conexão com Startups

- 19 de outubro de 2017
Kelly Galesi, responsável pelo b.Connect, programa que conecta startups e a cadeia de produção da BRF, fala do surgimento do projeto e conta como ele vai escalar dentro da própria companhia.