SPONSORS:

Seleção Draft – Parceria com a concorrência

- 18 de setembro de 2017
mas mantenha um pé atrás (Imagem: Robert McGoldrick-Flickr/Reprodução).
Dê as mãos para a concorrência, mas mantenha um pé atrás (Imagem: Robert McGoldrick-Flickr/Reprodução).

Parceria com a concorrência
É possível encontrar um aliado na concorrência? O advogado Joshua Fox diz que sim, mas recomenda manter um pé atrás. No Venture Beat, ele sugere que fundadores de startups busquem, como alternativa aos fundos de VCs e investidores-anjos, o apoio de grandes empresas de sua área ou, como prefere chamar, “investidores estratégicos”. Entre as vantagens dessa parceria, ele aponta a chance de, no futuro, o negócio ser incorporado e de desenvolver produtos em conjunto com um nome de peso no mercado. No entanto, alerta o empreendedor a proteger suas informações e a entender se o interesse na startup é de longo ou curto prazo. Para ler mais, acesse o link acima.

 

Um jeito novo de liderar
Na Fast Company (link acima), o jornalista Robert Safian diz que uma nova geração de CEOs está nascendo e pode ser melhor definida por “inspirar e capacitar” do que “comandar e controlar”. O segredo, segundo o autor, está na empatia. O texto cita como exemplo desse estilo de liderança Satya Nadella, CEO da Microsoft, e lista as habilidades usadas por ele para reavivar a reputação e a relevância da empresa. Entre elas, demonstrar as próprias fraqueza, estar aberto a ouvir e aprender, balancear urgência e paciência e incentivar os colaboradores a crescerem.

 

O necessário e o descartável
São muitas as competências e recursos necessários para abrir o próprio negócio, mas também existem certos mitos. Na Forbes, Pamela Hawley, fundadora da UniversalGiving (plataforma de doações e ofertas de voluntariado para ONGs), difere o que considera indispensável do que vê como descartável para o empreendedor. Entre alguns pontos essenciais (link acima), ela destaca: conseguir melhorar as próprias experiências para, então, mudar a dos outros, saber resolver problemas e gerenciar uma equipe. Já entre o que julga irrelevante ou secundário estão fatores como: dinheiro, existência de um produto físico e obrigatoriedade de escalar.

 

Unlocking Insights
A MuchMore Digital, em parceria com o WeWork Faria Lima, realiza amanhã a 2ª edição do Unlocking Insights, em São Paulo. O encontro busca compartilhar conteúdo e vai discutir as mudanças que as fintechs estão trazendo para o mercado de finanças brasileiro. Luca Cavalcanti (diretor executivo de pesquisa e inovação do Bradesco) e Guga Stocco (cofundador da Domo Invest) são os convidados da noite. O evento é gratuito, mas como o número de vagas é limitado, é preciso se inscrever antes pelo link acima.

Veja também: