SPONSORS:

A Em Canto Meu conecta arquitetos e fornecedores a pessoas que querem reformar ou decorar suas casas

- 20 de setembro de 2017

Nome:
Em Canto Meu.

O que faz:
É uma plataforma de design de interiores que conecta clientes a arquitetos e fornecedores por afinidade de estilo.

Que problema resolve:
A startup facilita a busca de quem está precisando decorar a casa ao oferecer uma lista pré-selecionada de profissionais e fornecedores.

O que a torna especial:
Segundos as fundadoras, a empresa assegura a exclusividade dos projetos, a padronização dos valores ofertados e a gestão das obras. 

Modelo de negócio:
A Em Canto Meu cobra uma comissão sobre os projetos e fornecedores apresentados ao cliente.

Fundação:
Março de 2017.

Sócio:
Giovana Carvalho — Cofundadora
Larissa de Séllos Soares  Cofundadora

Perfil dos fundadores:

Giovana Carvalho — 23 anos, Itatiba (SP) — é formada em Economia pela FGV. Trabalhou por três anos no BCG.

Larissa de Séllos Soares — 24 anos, Vitória (ES) — é formada em Administração de Empresas pela FGV. Trabalhou na Geekie e na Ambev.

Como surgiu:
A ideia nasceu após as amigas acompanharem os transtornos passados pelo namorado de Giovana durante uma reforma. Elas perceberam como era desgastante “transformar um ambiente em lar”. Para se ter uma ideia, as sócias contam que ele chegou a receber orçamentos com variações de 1.000%

Estágio atual:
O negócio conta com 35 parceiros e já realizou 58 projetos.

Aceleração:
A startup foi acelerada pela Startup Farm (2017).

Investimento recebido:
Não informado.

Necessidade de investimento:
As empreendedoras ainda estudam a questão.

Mercado e concorrentes:
“O mercado brasileiro tem imenso potencial de crescimento à medida que as pessoas superarem a percepção de que arquitetura e gerenciamento de obra não são serviços de elite”, diz a Giovana. Existem plataformas com propostas semelhantes, como a Decoradornet e a Arquilego.

Maiores desafios:
“Mostrar para as pessoas que é possível se sentir em casa sem gastar um absurdo nem ter dor de cabeça durante a criação e execução do projeto”, afirma a fundadora.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Dezembro deste ano.

Visão de futuro:
Vemos a Em Canto Meu como uma one stop shop, na qual nossos clientes possam ter toda a assessoria e amparo necessários para concretizar o ambiente sonhado“, afirma Larissa.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para [email protected] e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

4153 Total Views 2 Views Today
Veja também:

A Pablita cria anéis, brincos e colares com pastilhas de vidro reaproveitadas da construção civil

- 13 de maio de 2019

O trailer virou startup: a Upik continua a democratizar a arquitetura, mas agora com tecnologia

- 2 de maio de 2019

A Borealis Plantas em Casa vende espécies para espaços pequenos e conta também com um café

- 29 de abril de 2019

Pioneira no estilo minimalista chique para cozinha, a Il Casalingo é um case de lifestyle que virou negócio

- 14 de fevereiro de 2019
Larissa e Joanna queriam encontrar no Brasil os itens básicos e simples para a cozinha que viam em suas viagens ao exterior. Fizeram isso, sem deixar de colocar um toque nacional nos produtos. Deu certo.

A InstaCasa oferece projetos de casas pré-prontas para quem acabou de adquirir um terreno

- 8 de janeiro de 2019