SPONSORS:

Os melhores depoimentos já publicados em Lifehackers, aqui no Draft, agora reunidos em livro!

- 1 de outubro de 2018
Acaba de ser lançado um e-book com as 30 histórias mais incríveis de transformação pessoal já contadas aqui no Draft. Se você acha que seu destino lhe pertence, leia. Se não acha, leia mais ainda!

 

por Phydia de Athayde

O Projeto Draft está comemorando quatro anos de vida neste 2018. De cara, digo aqui: obrigada por estar conosco! Para nós, é uma enorme satisfação perceber, todos os dias, que a missão da plataforma idealizada pelo Adriano Silva continua pertinente e é, eu diria, cada vez mais necessária. Neste nosso mundo, na nossa sociedade, é bom que exista gente atrás de boas histórias daqueles que se ocupam de fazer um “rascunho do Novo Mundo”, como mostramos por aqui todos os dias. É para trazer inspiração que nós existimos. E é pelo mesmo motivo que, quase sempre às sextas-feiras, abrimos um espaço para publicar depoimentos de gente que mudou a própria vida. Em quatro anos, foram tantos e tão bons, que resultaram no livro que estamos lançando hoje. A seguir, reproduzo o prefácio de Lifehackers —  30 depoimentos de gente que abraçou a disrupção em sua própria vida:

 

Este livro traz 30 histórias de pessoas que tiveram a coragem de empreender a si mesmas, “hackeando” a própria vida: mudando de carreira, de país, de estado civil, de atitude diante dos outros e de si mesmas, de orientação sexual. Não é preciso ter atravessado os mesmos dramas, nem estar vivendo as mesmas transformações, para se beneficiar e se inspirar com essas jornadas – e com as enormes aprendizagens que elas geraram.

As revoluções mais difíceis de realizar, aquelas que exigem mais coragem, são as que acontecem dentro da gente, na esfera íntima e particular. Mais difícil ainda é tomar a decisão de expor isso em texto, compartilhando a experiência em primeira pessoa, de “peito rasgado e com sinceridade total”. É essa, por sinal, a orientação que todos os autores aqui reunidos receberam, de mim ou do Adriano Silva, fundador e publisher do Projeto Draft, enquanto encomendávamos os depoimentos que você vai ler a seguir.

As 30 histórias de transformação radical da própria vida que você tem em mãos foram selecionadas entre as mais de 250 já publicadas na seção Lifehackers do Projeto Draft – a plataforma de conteúdo digital que se dedica a fazer a crônica dos negócios mais inovadores e originais do Brasil.

Publicado apenas digitalmente, o livro “Lifehackers” está disponível com exclusividade na Amazon/Kindle, por 19,90 reais.

Desde 2014, todos os dias contamos ao menos uma grande história de empreendedorismo da Nova Economia. Falamos sobre negócios criados para rodar em um ambiente cada vez mais digital, mais integrado, mais ágil e mais sustentável. Neste admirável mundo novo, não apenas o trabalho, mas também as nossas existências precisam, antes de tudo, ter um propósito, fazer sentido.

Temos narrado as iniciativas – e as vidas – de empreendedores que estão à frente de Negócios Criativos (aqueles moldados pela paixão e talento pessoal de seus fundadores), Negócios Sociais (aqueles em que o lucro é apenas uma ferramenta para promover melhorias no mundo ao redor) e Startups (empresas que buscam o crescimento exponencial).

A propósito, o primeiro livro do Projeto Draft – este é o segundo – é justamente um compilado com 30 histórias incríveis que contamos desses empreendedores e seus negócios: Negócios Criativos 30 histórias inspiradoras de empreendedores que descobriram seu propósito e estão transformando o mundo, lançado em 2017 pela Panda Books. Aqui tem um texto sobre ele, de exatamente um ano atrás.

Também seguimos de perto no Projeto Draft a Inovação Corporativa, o território dos intraempreendedores: gente que inova no mundo corporativo, levando para dentro das grandes empresas os ventos da Nova Economia.

Com tanta gente desbravando tantas novas fronteiras em nossos jeitos de trabalhar e de empreender, percebemos que havia um tipo muito poderoso de disrupção – aquela que algumas pessoas estavam empreendendo não num negócio ou numa indústria, mas em si mesmas. Nascia ali a seção Lifehackers. Um espaço nobre – publicado geralmente às sextas, como uma leitura de fim de semana – para reflexões pessoais sobre como viver melhor. Um lugar para “papos retos”, para “olho no olho”, para deixarmos as máscaras e personas de lado e darmos a real do que são as alegrias e as dores de caminhar sobre o mundo.

Os “convidados” de Lifehackers, como você verá nas próximas páginas, nos levam a um passeio por suas estruturas internas, a uma exposição sem cortes de como eles colocaram alguns pilares de suas identidades por terra, enquanto construíam outros. Ao ler esses depoimentos, nos tornamos mais humanos. Viajamos com eles por suas angústias – que também são as nossas. Choramos juntos suas perdas, sofremos ao lado deles seus apuros, atravessamos com eles as tormentas – e as vencemos –, aprendemos com os processos de transformação que eles se permitiram. E com isso ficamos mais equipados para hackear nossas próprias vidas.

No aniversário de quatro anos do Projeto Draft, que comemoramos agora, convidamos você a viajar com esses 30 homens e mulheres, pais, mães, filhos e filhas que ousaram desbravar a si mesmos. Eles enfrentaram seus demônios – e sobreviveram, mais fortes, para contar o que aprenderam.

Agradeço aos autores aqui selecionados, bem como a todos os outros que participaram da seção, pela generosidade de compartilharem suas histórias.

Agradeço ao Adriano Silva por mais esse convite à realização. Produzir livros é um jeito poderoso de entregar o que de mais valioso há para quem trabalha com comunicação: a boa edição, a curadoria que seleciona, prepara e entrega o que vale a pena ser visto, lido e compartilhado. Como editora-chefe e co-publisher do Projeto Draft, essa é minha missão, e honra, diária.

Muito obrigada e boa leitura!

PS: E as vendas já começaram. Para adquirir o seu agora mesmo, clique aqui.

 

Phydia de Athayde, 41, é jornalista formada pela USP. Trabalhou nas revistas Trip, CartaCapital e RG, no jornal Brasil Econômico e na agência Ideal H+K. Como editora-chefe do Projeto Draft há quatro anos (e co-publisher desde o início de 2018), tem a missão diária de olhar para as pessoas, ideias e projetos que estão mudando a cara dos negócios no Brasil. 

Veja também:

“Praticar o desapego foi doloroso, mas aprendemos que o ser em abundância é mais importante do que o ter”

- 30 de novembro de 2018
Aline e Paulo largaram São Paulo para empreender uma pousada de praia na Bahia.

“Quando decidi empreender, eu só sabia o que não queria mais. Hoje sei que essa já é uma grande decisão”

- 23 de novembro de 2018
5381 1 0

Piraporiando – ou como Janine Rodrigues transforma livros sobre racismo e bullying em projetos educativos

- 17 de outubro de 2018