SPONSORS:

Seleção Draft – Acelerar não é tudo

- 12 de Março de 2018
Tire o pé do acelerador e comece a projetar metas de longo prazo para sua startup (Imagem: Pexels/Reprodução).
Tirar o pé do acelerador e traçar metas de longo prazo fazem bem para a sua startup (Imagem: Pexels/Reprodução).

Acelerar não é tudo
Com mais de duas mil aceleradoras espalhadas pelo mundo, fica difícil saber qual escolher, especialmente quando as diferenças parecem mínimas. É o que escreve Sebastien Toupy, colaborador do The Next Web, no artigo em que expõe a proposta da iniciativa espanhola Menorca Millennials: um programa de “desaceleração de startups”. Ele participou do projeto que ajuda fundadores a pensar em metas de longo prazo e compartilha o que aprendeu ali: é preciso criar oportunidades para evoluir com a experiência dos outros, entender que investidores são pessoas “normais” e desenvolver um modelo de negócio sustentável. Ir, portanto, devagar.

 

Mais brasileiras no SXSW
Falta um dia para acabar o SXSW e Chris Valentine, responsável pela aceleradora vinculada ao festival fala, na Época Negócios, sobre os planos para despertar o interesse de startups brasileiras no programa, criando parcerias com organizações e players locais. Um texto do TechCrunch também aborda o evento de Austin e narra a aparição surpresa de Elon Musk para divulgar seu plano atual: iniciar, a partir do ano que vem, o teste de sua nave na exploração e colonização de Marte.

 

USP e empreendedorismo
O Instituto de Ciências Biomédicas da USP abriu hoje as inscrições para um curso de empreendedorismo para pós-graduandos, mestres, doutores e pós-doutores da universidade. O “Mão na massa: aprendendo a empreender”, é uma parceria entre a Endeavor, Sebrae, Agência USP de Inovação e Startup Design e terá aulas presenciais e online. Mais informações no link acima.

 

Negras Potências
A Benfeitoria e o Fundo Baobá, com o apoio do Movimento Coletivo (da Coca-Cola Brasil), abriu um edital para financiar projetos liderados por meninas e mulheres negras. Serão selecionadas de 10 a 25 iniciativas com os temas: empoderamento econômico, vida livre de violência, educação, cultura e difusão de informação. Os fundos serão captados via matchfunding (modelo em que, a cada 1 real doado na campanha online, a empresa apoiadora doa o dobro para o projeto — até alcançar os 500 mil reais de aporte do edital). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link acima até o próximo dia 30.

Veja também:

Como um programa interno fez dobrar a quantidade de líderes mulheres na 3M

- 14 de Março de 2018
Camila Cruz Durlacher, da 3M do Brasil, lidera o fórum que oferece mentoria e prepara mulheres para assumirem cargos de comando na empresa.