Seleção Draft – O quebra-cabeça empreendedor

- 10 de abril de 2017
Ter um negócio é desvendar enigmas pessoais e profissionais todos os dias. (Imagem: Andrew Malone - Flickr/ Reprodução)
Ter um negócio é desvendar enigmas pessoais e profissionais todos os dias. (Imagem: Andrew Malone - Flickr/ Reprodução)

O quebra-cabeça empreendedor
Na visão de Jonathan Harvey, autor do texto do link acima, empreender é resolver um quebra-cabeça atrás do outro. Ele divide o processo em partes. Você começa focado em si, testando suas habilidades, ideias e propósito. Depois, expande o estudo para entender o seu público e compôr uma equipe de trabalho. O próximo passo é estratégico: desvendar como você vai executar aquela ideia. Por fim, descobre a sua maneira administrar o sucesso do negócio e como equilibrar sua vida pessoal e profissional. Harvey detalha cada uma das etapas no Medium.

 

Além da concorrência
A melhor estratégia para diferenciar a sua startup de concorrentes, segundo Katya Andresen (vice-presente sênior do fundo de investimentos Capital One), é ser a sua melhor versão. Ela escreve em seu artigo no LinkedIn:

“Não olhe para aquilo que os outros já fizeram. Descubra o que está faltando e invista toda a sua energia para preencher aquela lacuna”

E a melhor maneira de fazer isso é se importante mais com o seu consumidor, entender melhor as suas necessidades e buscar um grande impacto na vida dele.

 

Os dois lados da inovação
Quando empresas consolidadas querem inovar, elas geralmente seguem por dois caminhos: criam um laboratório interno ou compram startups. No entanto, de acordo com Christopher O’Donnell (da Hubspot, plataforma de vendas e inbound marketing), nenhum dos dois movimentos traz garantia de sucesso. Isso porque muitas empresas não enxergam que nem toda inovação precisa custar mais caro. O segredo, segundo ele, é não concentrar a inovação apenas em produtos top de linha, mas distribuí-la em todos comercializados pela empresa. Leia mais no link acima, do Venture Beat.

 

Semana da Tecnologia Exponencial
De hoje até quinta-feira, dia 13 de abril, acontece no Pixels coworking, em São Paulo, a Semana da Tecnologia Exponencial. O evento vai reunir um especialista no tema, para propagar novas formas de criar impacto na sociedade. Serão discutidas tecnologias como robótica, bio-hacking, Internet das Coisas, blockchain, inteligência artificial e machine learning. Os ingressos vão de 50 reais a 170 reais e estão à venda no link acima.

Veja também:

“Quem eu era quando não estava trabalhando? Eu não sabia. Precisei de coragem para encarar este vazio”

- 7 de julho de 2017
Super workaholic, Marcia Freire Mello tentou fugir quando a crise existencial bateu. Não adiantou. Só quando olhou para dentro ela conseguiu se libertar de uma prisão que nem enxergava (foto: Carmen Fernandes).

Como um gigante da indústria pesada inova? A Gerdau está revendo cultura, processos e barreiras

- 16 de março de 2017
Luiz Fernando Medaglia conduz o Núcleo de Inovação na Gerdau. Ele conta como a área se formou e quais os principais projetos em andamento.